Após ter sido preso em um dos casos mais polêmicos de 2012 até agora, o fundador do Megaupload volta a pedir dinheiro. No entanto, dessa vez, ele não oferece melhor velocidade para download ou o fim do tempo de espera: Kim "Dotcom" Schmitz quer apenas pagar suas despesas domésticas.

Pode parecer um ato de mendicância, mas o rapaz, que até pouco tempo atrás era um milionário excêntrico, teve suas contas bancárias congeladas pela Justiça da Nova Zelândia e precisa de ajuda para manter os gastos de sua casa. O total para isso? Nada menos do que US$ 183.700 — cerca de R$ 316.000 no câmbio atual.

O valor foi solicitado pelos advogados de Schmitz para pagar despesas que vão desde contas até salários de funcionários que trabalham em sua mansão — como o guarda-costas e as babás que estavam em sua casa no momento da prisão. Segundo eles, o fundador do Megaupload necessita de US$ 500.000 (R$ 862.000) anuais para manter o imóvel e todos os empregados.

O total pedido fica bem acima da quantia liberada pelo tribunal neozelandês quando Schmitz foi solto. Após pagar fiança, ele recebeu o equivalente a R$ 46.000 para gastos urgentes.

Cupons de desconto TecMundo: