(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

Kim Dotcom quer oferecer um recurso especial para manter a privacidade dos usuários do serviço de armazenamento de arquivos Mega. A ferramenta tem o objetivo de barrar a vigilância praticada pela National Security Agency (NSA), agência de segurança nacional norte-americana.

De acordo com informações TorrentFreak, Dotcom afirma que pretende lançar um sistema de mensagens criptografadas “em quatro ou seis semanas”. O CEO do Mega, Vikram Kumar, afirma que o serviço está sendo desenvolvido para resolver “preocupações globais com governos coletando, armazenando e analisando o tráfego da internet”.

Dotcom e seu time também estariam trabalhando em um serviço de emails criptografados que deve estar pronto em seis ou nove meses. Crítico do programa controverso da NSA, Dotcom já sentiu na pele o que é ser monitorado por um governo. No ano passado, o primeiro ministro da Nova Zelândia, John Key, pediu desculpas oficialmente pela prática de procedimento ilegais de investigação.

Na época, os oficiais do governo espionaram as comunicações do criador do Mega sem a obtenção de um mandado.

Cupons de desconto TecMundo: