Já pensou em tomar um remédio que flutua? A ideia pode parecer absurda, mas é algo que está sendo pesquisado no Laboratório Nacional Argonne, do Departamento de Energia dos Estados Unidos. Com um sistema de “levitação acústica” – criado com caixas de som a frequências um pouco acima do que o ouvido humano pode captar –, ele consegue manter líquidos estáticos no ar.

Dessa forma, os líquidos conseguem ser transformados em sólidos amorfos, que são mais eficientes do que comprimidos cristalizados comuns. O motivo para isso está na melhor capacidade de absorção para o corpo humano, que consegue receber doses maiores do medicamento em uma única aplicação – reduzindo o tempo de tratamento, o que é muito bom para a recuperação.

Ainda faltam alguns detalhes para que os cientistas consigam transformar os sólidos amorfos em algo realmente ingerível pelos seres humanos. Mas as pesquisas não devem parar tão cedo, por isso em alguns anos é possível que tenhamos os primeiros medicamentos desse tipo no mercado.

Fonte: Gizmodo

Cupons de desconto TecMundo: