O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Facebook se uniram para ajudar a combater o vírus da zika no Brasil. Com base em insights de conversas online, foi possível identificar as principais dúvidas das pessoas sobre o vírus e a partir daí a UNICEF direcionou sua campanha digital de conscientização e prevenção, aumentando o engajamento dos brasileiros sobre a doença.

“Gostaria de ressaltar o quanto aprendemos sobre o potencial do Facebook e como maximizar nossos resultados gerando o envolvimento dos usuários com as informações certas no momento certo. Isso pode, literalmente, salvar vidas”, afirma a diretora de Comunicação e Parcerias da UNICEF Brasil, Edith Asibey.

Direcionando a ação de acordo com o que as pessoas falam

Segundo o Facebook, foram compiladas apenas postagens agregadas e anonimizadas sobre o vírus da zika, ou seja, sem revelar nenhuma informação sobre indivíduos ou alterar a experiência de ninguém na plataforma. Foram analisadas 17,3 milhões de interações (posts, reações, comentários e compartilhamentos) no Facebook sobre o vírus entre maio e agosto de 2016.

Nosso trabalho com o UNICEF mostra o quão valioso pode ser o entendimento das conversas online na construção de campanhas eficazes para ajudar a responder crises

Nesse período, "Aedes aegypti" foi o tema dominante de conversas sobre a doença no Facebook no Brasil, sugerindo que o controle do mosquito que transporta o vírus era a maior preocupação das pessoas. As conversas no Facebook também se concentraram nos sintomas e nas consequências da infecção pelo vírus da zika, principalmente a microcefalia, que afeta bebês recém-nascidos de mulheres infectadas com o vírus. A prevenção do zika não foi amplamente discutida.

"Quando as pessoas se conectam, coisas poderosas acontecem. Nosso trabalho com o UNICEF mostra o quão valioso pode ser o entendimento das conversas online na construção de campanhas eficazes para ajudar a responder crises", afirma o diretor de Políticas Públicas do Facebook no Brasil, Bruno Magrani.

Para acessar o relatório completo da ação conjunta, clique neste link.

Cupons de desconto TecMundo: