Ao longo da nossa cobertura da Computex 2015, estivemos no stand da MediaTek para conferir, entre outras tecnologias, as soluções embarcadas da empresa relacionadas à qualidade de imagem em dispositivos portáteis.

Os chips mais modernos da companhia taiwanesa possuem suporte para o MiraVision, uma engine capaz de calcular e otimizar o nível de retroiluminação do display de forma mais eficiente, tendo como base a iluminação do ambiente e o tipo de conteúdo em exibição.

Com isso, a reprodução e apresentação de textos, vídeos e games promove uma experiência mais adequada e menos agressiva para os olhos — isso sem falar na redução do consumo de bateria.

Mais veloz e mais suave

Mas isso não é tudo: os chipsets da linha Helios, por exemplo, têm total compatibilidade com displays que suportam a reprodução de conteúdos visuais em 120 fps e operam a uma frequência de 120 Hz.

Essa combinação de características nos leva a pensar que a bateria é mais exigida. Porém, a MediaTek apresentou monitoramentos em tempo real, comparando displays convencionais com aqueles rodando nos parâmetros mencionados no parágrafo anterior, que comprovam o contrário. Para a nossa surpresa, essa segunda tela demonstrou um consumo aproximadamente 37% menor.

Na prática, essas taxas de leitura de frames e de frequência de funcionamento aprimoram diretamente a qualidade de imagens em movimento. Assim, elas impactam principalmente na execução de games, na reprodução de filmes e na navegação, reduzindo ou até eliminando o efeito blur, amenizando a distorção de informações textuais e tornando a transição de telas mais suave.

O TecMundo viajou para cobrir a Computex 2015 a convite da MediaTek.

Cupons de desconto TecMundo: