(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Quanto você paga por uma latinha de refrigerante nos dias mais frios? E nos dias em que o sol está derretendo até mesmo os mais reistentes? Geralmente os preços para esses dois momentos são os mesmos, mas a The Coca-Cola Company (empresa responsável pela produção dos refrigerantes Coca-Cola) está desenvolvendo um modo de modificar isso – e que, em breve, talvez seja aplicado comercialmente.

Segundo relatado pelo The New York Times, os executivos da empresa já estão discutindo formas de criar preços variáveis há algum tempo. E pelo visto a solução mais viável será modificar as máquinas de vendas automáticas. O jornal norte-americano afirma que as máquinas podem passar a ser equipadas com novos chips em breve.

Estes processadores seriam responsáveis por identificar a temperatura nos locais para fazer com que as latinhas de refrigerante ficassem mais caras nos momentos em que o calor estivesse mais intenso. O novo mecanismo já está sendo testado pela Coca-Cola, mas ainda não há maiores informações sobre a aplicação comercial dos aparelhos.

Fonte: The New York Times

Cupons de desconto TecMundo: