Desde que a Zimperium – uma empresa de segurança corporativa – revelou que 95% dos usuários do Android estariam expostos a uma falha gravíssima, o mercado mobile ficou em alerta. Como se isso não fosse o bastante, o malware responsável por se aproveitar da brecha recebeu um “reforço” no começo deste mês, praticamente obrigando a Google a tomar uma atitude para garantir a integridade dos dados dos seus consumidores. Assim, a empresa soltou na última segunda-feira (5) um patch que promete acabar com o exploit.

A atualização tem como objetivo corrigir 14 vulnerabilidades consideradas críticas para a plataforma e, de quebra, resolve outros cinco bugs que permitiam a hackers ter acesso remoto a celulares e tablets. A ideia é que a biblioteca Stagefright, responsável por gerenciar o conteúdo multimídia do sistema, não possa ser afetada mais por arquivos de vídeo “batizados” ou mesmo produções nos formatos MP3 e MP4 editadas para deixarem as portas do software aberta a invasores – como na versão mais recente do programa malicioso.

Embora a Google afirme que não houve nenhum indício de que a edição mais recente do malware, chamada de “Stagefright 2.0”, esteja sendo abusada por criminosos virtuais, isso não impediu que ela notificasse parceiros, fabricantes e operadoras sobre o problema no início de setembro. Como o processo de atualização do Android é um pouco burocrático – ainda mais para as ROMs customizadas –, deve levar um tempo até que os mais de 1,4 bilhão de aparelhos recebam a atualização com as correções.

Quem possui um dispositivo da linha Nexus provavelmente já deve ter recebido o pacote via OTA, com o mesmo valendo para desenvolvedores mais focados na segurança do usuário, como é o caso de Silent Circle e seu Blackphone 2. Mesmo com as principais companhias do mercado acelerando os ciclos de updates das suas edições do Android, o mais provável é que donos de equipamentos da Samsung, LG, Sony e outras marcas do segmento ainda precisem aguardar um pouco mais para se sentirem protegidos por completo.

Novo update do Android é focado em corrigir bugs e falhas graves do sistema. Será que agora vai? Comente sobre o patch no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: