A Apple apresentou as novas versões do MacBook Air no início desta semana, mas o pessoal do iFixit já teve acesso aos modelos de 11 e 13 polegadas da novidade e deu seu veredito a respeito do nível de dificuldade de reparo das máquinas. Segundo a equipe do site, ambas as versões dos dispositivos receberam a nota 4 em uma escala de 1 a 10, em que um número menor significa que o eletrônico é mais complicado de consertar.

Segundo o site, a pontuação relativamente baixa se deve por conta do uso de componentes proprietários da Apple, que exigem ferramentas específicas e dificultam os reparos dos aparelhos, como os parafusos Pentalobe, por exemplo. Além disso, todos os componentes internos dos MacBooks Air também são próprios da Maçã, tornando mais árdua a busca por peças para substituição.

Por fim, outro pesado aspecto negativo é a impossibilidade de fazer upgrades nas máquinas, já que a memória RAM é soldada à placa lógica e os SSDs não são compatíveis com os de outras gerações. Por outro lado, o iFixit ressalta que os componentes principais do hardware são fáceis de acessar uma vez que a tampa da máquina tenha sido removida. Na análise da edição 2014 dos aparelhos, o site deu a mesma nota à reparabilidade dos dispositivos.

Cupons de desconto TecMundo: