O maior destaque dos novos MacBooks Pro apresentados ontem pela Apple foi certamente a Touch Bar. De forma alguma queremos desmerecer o que a companhia conseguiu fazer ao entregar máquinas tão poderosas em um corpo tão compacto, mas isso não é realmente inovação, mas sim evolução. A Touch Bar, por outro lado, é algo realmente novo que adiciona outras possibilidades aos notebooks da Maçã, mas parece que isso foi, na verdade, copiado de uma invenção da Microsoft.

Em agosto de 2015, a Microsoft apresentou um protótipo chamado “DisplayCover” para o tablet Surface Pro. O acessório tinha um teclado normal, ao estilo TypeCover, mas contava com uma tela E-Ink acima dos botões que permitia interagir com o Windows essencialmente da mesma forma que a Touch Bar permite no macOS. Essa DisplayCover tinha mais espaço nessa tela secundária e possuía ícones maiores, em preto e branco. A resolução era 1280x305.

Fora isso, em 2010, há cerca de seis anos, a primeira implementação da “touch bar da Microsoft” apareceu no YouTube. Ela fez parte de uma competição de estudantes em inovação, e a equipe que representava a Microsoft mostrou esse conceito que você vê a seguir em vídeo.

Aqui, temos não apenas a barra sensível ao toque acima das teclas, mas todo o teclado em formato virtual. A ideia final, entretanto, era ter apenas a barra em forma de tela auxiliar em um teclado físico tradicional.

Nenhuma dessas concepções foi implementada pela Microsoft ou por suas parceiras de hardware e qualquer produto comercial, e a Apple acabou lançando um computador com essa funcionalidade primeiro. Portanto, a Maçã até tem algum mérito por ter vencido a corrida, mas ela realmente usou o carro de outro piloto para chegar lá primeiro.

Cupons de desconto TecMundo: