(Fonte da imagem: Divulgação/EA)

Peter Moore, diretor de operações da Electronic Arts, não está ligando muito para as críticas em torno da Origin, a plataforma de download digital da EA, que faz concorrência com a Steam. As reclamações são óbvias: é mais uma loja de PC para baixar jogos, ligar jogadores e mais um programa para instalar no computador.

Em entrevista ao site de notícias Kotaku, Moore disse que a Origin encontra-se hoje em um estado igual a fase inicial da Steam, em que as pessoas não gostavam, mas eram obrigadas a usá-la para fazer o downlod de jogos. Por isso ele tem paciência. E está pedindo o mesmo para os gamers.

Moore quer um prazo de um ano e meio a dois anos para aperfeiçoar a plataforma. Segundo ele, as críticas já estão diminuindo, mas o serviço ainda precisa de tempo para crescer e evoluir, da mesma forma que o Steam fez.

O diretor de operações da EA acredita que seria bom se cada nova plataforma na indústria de videogames tivesse o privilégio de aguardar em torno de dois anos antes de as pessoas começarem a julgá-las.

Via BJ