O LinkedIn fez uma análise que mostra que metade dos pais (49%) não conseguiria realizar o trabalho dos filhos por um dia e a principal razão é porque praticamente dois terços (70%) não entendem o que os filhos fazem para pagar as contas.

Para encurtar a distância entre as gerações, o LinkedIn criou a campanha Dia de Levar os Pais ao Trabalho (Bring In Your Parents Day), uma iniciativa na qual centenas de empresas no mundo abrirão as portas para os pais de seus funcionários na sexta-feira, 4 de novembro.

O LinkedIn também realizou um estudo inédito no qual analisa o relacionamento entre pais e filhos, principalmente no que diz respeito ao entendimento em relação ao trabalho dos filhos e a falta de comunicação sobre o quanto os pais se sentem orgulhosos.

Pais não dizem aos filhos que sentem orgulho, mas se vangloriam para os amigos.

Embora haja uma falta de entendimento sobre o que os filhos fazem, 78% dos pais se orgulham do trabalho dos filhos e comentam com outras pessoas. No entanto, apenas 45% se lembram da última vez que disseram para os próprios filhos o quanto se orgulhavam deles. 27% dizem que não fazem isso por falta de oportunidade e 10% por falta de compreensão sobre a profissão dos filhos.

Vocabulários novos, habilidades e conhecimento básico confundem os pais

46% dos pais se sentem confusos com as palavras utilizadas por seus filhos para falar de trabalho, enquanto 28% acreditam que não teriam as qualificações necessárias para realizar o trabalho deles. 15% desconhecem o cargo e até mesmo a empresa em que os filhos trabalham.

Pais acreditam que seus filhos terão maior sucesso profissional

Os pais também acreditam que seus filhos terão mais oportunidades na carreira do que eles tiveram. Para 56% das mães, as filhas terão mais chances em suas profissões, enquanto 53% dos pais pensam que os filhos ganham mais do que eles ganhavam com a mesma idade. 32% dos pais também afirmam que os filhos terão mais sucesso do que eles.

As profissões menos entendidas pelos pais

  • Designer de Interface de Usuário: 80%
  • Atuário: 73%
  • Cientista de Dados: 72%
  • Gerente de mídias sociais: 67%
  • Subeditor: 66%
  • Produtor de Rádio: 62%
  • Sociólogo: 60%
  • Corretor de Investimento: 59%
  • Desenvolvedor de Software: 58%
  • Designer de Moda: 57%

“Está muito claro que os pais se orgulham do trabalho dos filhos ainda que não entendam completamente o que eles fazem em suas profissões. E nós do LinkedIn nos sentimos muito felizes em poder conectar esses pais com o trabalho dos filhos incentivando empresas no mundo todo a abrir suas portas para eles ”, afirma Alexandre Ullmann, Diretor de Recursos Humanos do LinkedIn.

O Dia de Levar os Pais ao Trabalho acontece em 15 países. Além do Brasil, Austrália, Canadá, China, Cingapura, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Hong Kong, Índia, Irlanda, Itália, Suécia e Reino Unido contarão com empresas participando da campanha e gerando conteúdo por meio das redes sociais e da hashtag #BIYP.

Cupons de desconto TecMundo: