(Fonte da imagem: Reprodução/AnTuTu)

O mercado de processadores portáteis possui diversos nomes de peso disputando o topo dos rankings. Entre as principais fabricantes estão a Samsung e a Qualcomm, que possuem chips de altíssimo desempenho e equipam smartphones e tablets de diversas outras marcas. Agora, uma nova opção pode estar próxima de ser revelada ao público. Trata-se do LG Odin, que teria oito núcleos e seria a grande aposta da LG para o mercado de portáteis.

Apesar dos oito núcleos que estão sendo cogitados, existem novas informações que podem fazer os consumidores ficarem com a “pulga atrás da orelha”. O site AnTuTu (especializado em benchmarks) mostrou resultados que teriam sido obtidos após testes com o próprio processador da LG — provavelmente realizados pela própria fabricante, sendo que os resultados ficam em bancos de dados do site.

Segundo o que foi divulgado, o clock máximo de processamento do LG Odin é de 1008 MHz, algo que fica bem abaixo de outros concorrentes, que podem chegar aos 1600 MHz. O mesmo teste mostra que o novo chip estaria com desempenho inferior ao obtido com o processador Qualcomm Snapdragon 800 utilizado pelo LG G2. Ele também obteve menos pontos do que o Tegra4 da NVIDIA e que o Exynos 5420 da Samsung.

(Fonte da imagem: Reprodução/AnTuTu)

Apesar de os resultados serem inferiores ao dos concorrentes, é preciso estar atento ao fato de que o processador mostrou clock mais baixo do que os concorrentes. Há grandes chances de que a LG tenha feito os testes no AnTuTu com um Odin bloqueado para não mostrar todo o desempenho possível, pois poderia tratar-se de uma versão de testes do componente. Será que isso vai ser confirmado em breve?

Cupons de desconto TecMundo: