(Fonte da imagem: Divulgação/LG)

No evento de lançamento do LG G2, o Tecmundo pôde conferir de perto e analisar o G Pad 8.3, novo tablet da marca. O aparelho ainda não tem data para desembarcar no Brasil, muito menos preço sugerido, no entanto ao que tudo indica o gadget deve chegar ao país ainda no primeiro trimestre de 2014.

Neste artigo trazemos para você um pouco daquilo que pudemos ver no aparelho na noite de ontem (30). Porém, é necessário considerar que por limitações do local e tempo de testes, essas são apenas observações iniciais e o aparelho não pôde ser testado em sua totalidade.

Design

O G Pad 8.3 tem um design bastante fino e elegante. O único elemento que pode causar controvérsias é sua parte traseira, que traz uma divisão de acabamentos entre a cor do aparelho (no caso do que testamos, branco) e uma área plástica simulando metal. Embora gostar ou não do detalhe seja algo completamente subjetivo, os mais exigentes podem não apreciar tanto assim a estranha “barra” prateada que fica no meio do aparelho.

(Fonte da imagem: Divulgação/LG)

O que definitivamente compensa isso são as dimensões do aparelho. Com 216,8 x 126,5 x 8,3 mm, ele é fino o bastante para caber em qualquer bolsa, mochila ou pasta, além de ter as dimensões perfeitas para caber na mão de qualquer pessoa, com base na média de indivíduos com idades entre 20 e 60 anos.

Ao mesmo tempo, a LG manteve a linha minimalista do G2 e, embora o gadget não conte com o Smart Button em sua traseira, ele teve qualquer botão em sua parte frontal eliminado. Todo o controle do gadget é feito com botões posicionados discretamente em sua lateral.

Desempenho

Embora não tenha sido possível submeter o aparelho a testes de benchmark por limitações de conexão, o G Pad 8.3 exibido pela LG não parece ter qualquer problema para rodar aplicativos, assim como não apresenta qualquer atraso em suas funções básicas.

No entanto, o processador do aparelho é o Snapdragon 600 Quad-Core de 1,7 GHZ, um pouco mais simples do que o robusto Snapdragon 800 apresentado pela fabricante para o seu smartphone top de linha, o G2.

(Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

Isso pode ser um pouco frustrante para quem espera um desempenho avançado para aplicativos e jogos pesados, no entanto não deve representar qualquer problema para o usuário médio, que não precisa rodar aplicativos pesadíssimos no gadget.

A bateria é um dos pontos altos do aparelho: com 4.600 mAh (contra os 3.950 mAh do Nexus 7), a LG garante que isso significa cerca de 300 horas de “uso misto” ou de 7h a 8h de uso contínuo para vídeos, o que é bastante impressionante.

Sistema e usabilidade

A interface do sistema é bastante semelhante à encontrada no G2, com algumas personalizações no Android (4.2.2) e a aplicação de funções que permitem a integração de aparelhos da marca, como é o caso do Q Pair. A ferramenta permite que você responda mensagens, atenda ligações e acesse diversas funções do seu smartphone LG.

A desvantagem do gadget para quem esperava um aparelho completo no quesito conectividade é a falta de utilização de rede 3G ou 4G. Com conexão apenas WiFi Dual Band, você acaba ficando atrelado à necessidade de ter uma rede disponível para usar a internet.

Embora isso seja comum para aparelhos do mesmo porte, ainda não é possível avaliar completamente a escolha da LG em deixar a função de lado, já que o preço do aparelho ainda não foi disponibilizado. Ao mesmo tempo, a falta da opção é algo que faz com que a bateria se mantenha carregada por muito mais tempo.

Display

(Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

O display do G Pad 8.3 deixa qualquer um impressionado. Usando a mesma tecnologia avançada das Smart TVs da marca (IPS, que permite cores mais vivas mesmo sem tanta saturação), o aparelho é o primeiro tablet de 8 polegadas com display Full HD e resolução de 1920x1200 pixels, o que significa uma qualidade ainda maior do que a das telas Full HD padrão.

Um gadget com muito potencial

O G Pad 8.3 é, sem dúvidas, um aparelho com muito potencial. Ele tem tudo para ser o aparelho perfeito para qualquer função, a não ser que você precise estar sempre conectado ou queira rodar aplicativos com gráficos massivos no gadget.

Caso ele chegue ao Brasil com um preço competitivo (nos Estados Unidos ele é vendido por US$ 349,99), pode se tornar um fortíssimo candidato na decisão de compra de aparelhos mais compactos, sendo um concorrente de peso para o iPad mini, entre os gadgets com Android.

Cupons de desconto TecMundo: