Anunciados na CES deste ano, os televisores da série W – também chamados carinhosamente de "Picture-on-Wall" (“Pinturas na Parede”) – chamaram atenção do público que visitou o estande da LG durante a feira de tecnologia. O motivo? O design ousado com bordas e espessura mínimas nos aparelhos de 65 e 77 polegadas.

Partindo do princípio que alguns dos modelos top de linha da marca em 2016 tinham preços que começavam na faixa dos US$ 5 mil (R$ 16,5 mil), era de se imaginar que a conta fosse ainda mais robusta com esses novos produtos, certo? Afinal, estamos falando de equipamentos com apenas 2,6 milímetros de espessura, com display OLED e pronta para o badalado 4K HDR.

Confirmando as expectativas, a fabricante sul-coreana liberou o valor sugerido para o aparelho de ponta da família W lá fora: US$ 20 mil – algo em torno de R$ 66 mil em conversão direta. Esse montante garante que você possa montar a TV na sua casa sem ocupar muito espaço dos móveis – utilizando um suporte de parede com ímãs – e faça inveja para as visitas.

Se o seu cantinho de entretenimento e a sua conta no banco forem mais humildes, é possível trocar o televisor de 77 polegadas pelo seu irmão menor, que sai por menos da metade do preço. De acordo com a LG, o modelo de 65 polegadas deve custar “apenas” US$ 8 mil (R$ 26,4 mil) – o que não é exatamente um alívio para quem ainda luta para fechar as contas no final do mês.

Cupons de desconto TecMundo: