Aqui no Brasil, o Carnaval ainda nem começou direito. Lá em Barcelona, a maior feira de mercado Mobile do mundo está a todo vapor, e a primeira grande estrela acaba de surgir. Estamos falando do LG G6, o novo top de linha da LG que acaba de ser anunciado oficialmente.

Boa parte dos recursos já eram esperados, mas ainda assim se trata de um grande competidor para o mercado em 2017.

Confira os destaques apresentados pela fabricante coreana.

Design

Assim como já era esperado, o LG G6 mudou bastante em relação ao G5. Os traços não estão exatamente revolucionários, mas é preciso mencionar o fato de que não há mais peças modulares no smartphone. Isso acontece por uma razão bem interessante: a partir de agora o LG G6 é resistente à água — algo que é impossível quando falamos sobre um dispositivo com peças removíveis.

Durante o anúncio, a empresa afirmou que o aparelho foi criado com a "busca pela perfeição". Logo em seguida, mostrou que o dispositivo foi criado com tela de 5,7 polegadas, em um formato "que encaixa nas mãos" e não incomoda na utilização. Vale dizer também que o dispositivo conta com design metálico e pode ser encontrado em três cores.

Um corpo mais resistente

Segundo a LG, mesmo o G6 sendo maior, ele não será mais frágil. A marca afirma que, apesar das bordas mais finas, o corpo metálico do smartphone é firme o suficiente para manter o dispositivo estável mesmo durante quedas. Naturalmente, não estamos falando de um smartphone inquebrável, mas ele deve ser tão resistente quanto o G5 foi nesse aspecto.

Mesmo o G6 sendo maior, ele não será mais frágil

Contudo, o G6 tem algo que o G5 não tinha: resistência à água e poeira. O novo smartphone conta com certificação IP86, o que significa que ele tem selamento que impede a entrada de água em seus componentes. Assim, se ele der um mergulho acidental na piscina ou na privada, nada de ruim deve acontecer.

Segundo a LG, o corpo e os componentes do G6 foram construídos com materiais verdes, ou seja, renováveis ou obtidos de fontes que agridem menos o meio ambiente.

Tela

Como já dissemos, a tela do G6 tem nada menos do que 5,7 polegadas. Mas como fazer um dispositivo com um display tão grande ficar confortável para o uso? Reduzindo molduras e tornando maior a área ocupada pela tela. Com razão de 18:9, a LG promete que o G6 vai chegar ao mercado com dimensões similares às vistas em um aparelho de 5,2 polegadas.

Isso está sendo chamado de "Fullvision", mas esta não é a única grande promessa da tela do dispositivo. Com resolução de 2880x1440 pixels, o G6 é o primeiro smartphone do mundo a ter definição QHD+. Vale dizer ainda que a razão de 18:9 traz ótimas vantagens para a exibição de conteúdos multimídia.

De acordo com Vittorio Storaro (cineasta convidado pela LG para o evento), isso elimina a necessidade de fazer cortes nos vídeos reproduzidos. Ou seja: os usuários que forem assistir a algum filme diretamente no aparelho vão ter muito mais qualidade na experiência — uma vez que a tela toda pode ser preenchida por conteúdos.

Câmeras

Na parte traseira do LG G6, a fabricante instalou duas câmeras de 13 megapixels, que totalizam um ângulo de visão de 125 graus. Uma das lentes possui abertura de f/1.8 e a outra, f/2.4. Utilizando interações entre as duas, é possível aproveitar zooms de alta qualidade e até mesmo a captura de fotos com "grande angular".

Há outras similaridades: as duas oferecem estabilização ótica, foco automático por laser e flash LED. Como já havia sido mostrado anteriormente, há modos especiais para capturas de imagens: modo panorâmico de 360º, um "modo comida" (que aprimora a saturação das cores) e uma função que divide a tela em duas — uma com a foto tirada e outra com o enquadramento para o próximo retrato. Para vídeos, as gravações são feitas em 4K ou Full HD.

Já na parte frontal, a LG trouxe um sensor que permite a captura de imagens com até 5 megapixels. Durante o evento não foram mostrados grandes recursos de software especificamente para a câmera frontal, mas foi revelado que a lente dela garante capturas com ângulos de até 100 graus.

Hardware

O aparelho conta com processador Snapdragon 821 e 4 GB de RAM. Isso não coloca o smartphone no topo dos rankings de hardware, mas deve ser mais do que suficiente para entregar bom desempenho e autonomia de bateria para os consumidores. Por falar em bateria, ela tem capacidade de 3.300 mAh.

Especificações técnicas

  • Tela: 5,7 polegadas
  • Resolução: 2880x1440 pixels
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 821 quad-core
  • Clock de processamento: 2,35 GHz
  • Memória RAM: 4 GB
  • Memória de armazenamento: 32 GB (64 GB em mercados selecionados)
  • Câmera traseira: dupla, 13 MP
  • Câmera frontal: 5 MP
  • Bateria: 3.300 mAh

"Novo celular, nova interface"

Junto com as mudanças que a LG trouxe em questão tela, várias melhorias na interface também foram implementadas. A maior parte foi desenvolvida para aproveitar o novo aspecto da tela, que ficou mais “comprida”, no formato 18:9.

A marca tentou combinar o estilo do display, um retângulo com cantos arredondados, com os principais elementos gráficos da interface. Por isso, há muitos quadrados com cantos “cortados”. A marca coreana também elaborou um estilo visual novo, com cores mais planas, mas sem perder completamente aquele efeito “LG” que todo mundo já conhece. Com a tela mais esticada, a LG aproveitou para melhorar a experiência em multitarefa. Segundo a empresa, há 11,3% mais espaço para mostrar informações no visor do G6.

A companhia inclusive convidou um especialista para explicar por que as bordas laterais foram praticamente eliminadas, mas não a do fundo. Ao que parece, ela precisa existir para facilitar a pegada, uma vez que nossos dedos muitas vezes se apoiam nesse espaço. Nós vamos verificar e explicar em detalhes essas mudanças para você em nossa análise completa do G6 futuramente.

É interessante falar ainda que o novo celular da coreana é um dos primeiros aparelhos a contar com o Google Assistente já de fábrica. O software foi lançado no mensageiro Allo e, depois, apareceu no Google Pixel. No G6, é possível chamar o Assistente, mesmo com a tela desligada, dizendo “Ok, Google”.

O LG G6 é um dos primeiros do mundo a surgir com o Google Assistente para oferecer maiores interações entre usuário e sistema

Todas as funções que ele possui no Pixel ele também tem no G6. Contudo, por enquanto, só funciona em inglês e alemão. Outras línguas devem ser incluídas em breve. Vale notar que, no Allo, o Assistente já funciona em português.

Preço e disponibilidade

Infelizmente, a LG não deu detalhes mais específicos sobre quando o G6 vai chegar ao mercado brasileiro. Tudo o que a marca revelou é que vai começar a vender o smartphone entre 9 e 10 de março na Coreia do Sul, com EUA e Europa seguindo um pouco depois. Ainda não temos qualquer informação sobre preço.

Felizmente, por enquanto, não há conversas sobre a existência de uma versão do G6 com processador mais simples para ser lançada na América Latina, como aconteceu no ano passado com o G5. Vamos torcer para que isso nunca mais aconteça.

Colaborou para esta matéria: Leonardo Müller