Você se lembra daquela história sobre donos do LG G Watch que sofreram queimaduras na pele por conta do relógio? Dias depois da divulgação da história, a fabricante já apresentou uma solução: uma atualização OTA (over-the-air) automática e para todos os donos do smartwatch que deve eliminar esses perigos.

Segundo o site Android Police, as queimaduras eram causadas por conta dos pinos POGO que ficam na parte traseira do aparelho e que são responsáveis pelo contato do smartwatch com o carregador. A oxidação do local e o acúmulo de resíduos também foram denunciados.

O site recebeu uma confirmação de um porta-voz do Google que explica o que acontecerá daqui para frente. "A LG lançará uma atualização nos próximos dias que desativa a corrente quando o G Watch não estiver no dock de recarga. A manutenção acontecerá automaticamente para todos os donos do G Watch. Agradecemos pela paciência e nos desculpamos por qualquer inconveniente que isso tenha causado", afirma o comunicado.

Sem mais problemas

Vale lembrar que o processo que causa as queimaduras é a chamada corrosão galvânica, que acontece quando uma corrente elétrica passa por dois materiais diferentes e um eletrólito (dois metais e o suor do pulso dos usuários, respectivamente). Com o desligamento, o problema deve ser totalmente eliminado.

Essa atualização modifica a build de KMV78V para KMV78Y. Aparentemente, não há outras alterações a não ser a correção do problema das queimaduras.

Cupons de desconto TecMundo: