Lenovo anuncia linha de servidores em parceria com a EMC²

3 min de leitura
Imagem de: Lenovo anuncia linha de servidores em parceria com a EMC²
Avatar do autor

Fábrica da Lenovo em Itu, no estado de São Paulo (Fonte da imagem: Alessandro Couto)

Em um evento realizado ontem (18) em sua fábrica localizada no município de Itu, São Paulo, a Lenovo anunciou oficialmente sua nova linha de servidores ThinkServers desenvolvidos em parceria com a multinacional EMC². A companhia, famosa por suas soluções de armazenamento corporativo e computação na nuvem, foi fundada em 1979 e também trabalhou ao lado da Dell.

O portfólio de produtos é composto pelos modelos TS140, RD540 e RD640, que serão fabricados em território brasileiro e passarão a ser vendidos já a partir do mês de março. O TS140 é o mais econômico dos três: trata-se de um servidor em formato de torre equipado com processador Intel Xeon, quatro compartimentos para discos SATA (armazenamento máximo de 16 TB) e até 32 GB de memória RAM ECC DDR3.

Já os modelos RD540 e RD640 são perfeitos para montagens de racks, sendo assim recomendados para empresas de maior porte e que demandam uma infraestrutura de maior complexidade. Ambos oferecem processador Intel Xeon E5-2600 v2 e 20 encaixes para memórias DIMM (máximo de 320 GB), sendo que o RD640 permite a instalação de até 8 HDs de tamanho 3,5 ou 16 do padrão 2,5.

Com EMC² ao seu lado, Lenovo aposta alto no mercado de servidores (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Tentando conquistar todos os mercados

Além dos novos integrantes da família ThinkServer, a Lenovo também anunciou o início da fabricação nacional de dois produtos de sua linha de computadores de alto desempenho, a ThinkStation. Enquanto o S30 apresenta até 256 GB de RAM ECC e duas placas gráficas NVIDIA K5000 (máximo de 4 GB de memória), o D30 impressiona com até 512 GB de RAM ECC e dupla de GPUs K6000 com até 12 GB de memória. Os preços iniciais sugeridos são de, respectivamente, R$ 4,5 mil e R$ 8 mil. Ambos devem estar disponíveis também no mês de março.

De acordo com o último relatório Worldwide Quarterly PC Tracker, produzido pela IDC, a Lenovo fechou o quarto trimestre de 2013 sendo líder no mercado brasileiro de PCs. “Os últimos resultados refletem o excelente trabalho que temos desempenhado no Brasil, terceiro maior mercado de PCs para a Lenovo no mundo. Estamos passando por um momento único e muito importante para as nossas operações”, afirma Dan Stone, vice-presidente e general manager da América Latina.

Ao lado da EMC², a empresa pretende agora entrar com força total no mercado corporativo e dominar também o mercado nacional de servidores, oferecendo, pela primeira vez em sua própria história, uma gama completa de soluções para clientes B2B. “Temos a parceria perfeita, no momento perfeito. Contamos com os melhores serviços e atendimento ao consumidor”, finaliza.

Dan Stone fala sobre conquistas e planos da Lenovo no Brasil (Fonte da imagem: Alessandro Couto)

Fabricação nacional

Inaugurada no fim do ano de 2012, a planta da Lenovo em Itu fabrica cerca de 140 produtos por hora e abriga ao todo oito linhas de produção, além de um estoque gigantesco de peças importadas e um centro de reparos responsável por consertar 1% dos produtos vendidos pela marca. Desses aparelhos encaminhados para a equipe técnica, 90% são dispositivos da CCE, que foi adquirida pela Lenovo em setembro de 2012, e apresentam problemas sobretudo na tela sensível ao toque.

O complexo tem ao todo 4 mil metros quadrados, e 90% da equipe na linha de produção é composta por mulheres, que possuem mais destreza e aspectos físicos convenientes para a manipulação de componentes pequenos. Contando com trabalhadores de áreas não relacionadas à montagem de gadgets, a fábrica conta com pelo menos 1,3 mil funcionários. Você pode conferir algumas fotografias da instalação na galeria abaixo.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Lenovo anuncia linha de servidores em parceria com a EMC²