Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Lenovo)

A Lenovo já havia antecipado que o IdeaPad Yoga 13 chegaria ao mercado brasileiro em novembro, mas pouco falou sobre o assunto. E eis que, depois de prometer revelar uma novidade misteriosa no início desta semana, a companhia decidiu trazer alguns detalhes sobre o lançamento de seu híbrido de tablet e ultrabook.

Como já havia sido dito anteriormente, o aparelho chega às lojas de todo o país a partir de novembro aproveitando a badalação em torno do recente lançamento do Windows 8 — mas sem data definida. Porém, tudo aquilo que o dispositivo conquista com seu sistema operacional ou com a proposta de ser um "2 em 1" é destruído com uma só informação: seu preço.

De acordo com a Lenovo, o IdeaPad Yoga 13 custará nada menos do que R$ 8.999. Sim, o híbrido será vendido por R$ 9 mil, um valor bem acima do que o consumidor está acostumado a pagar em equipamentos eletrônicos — sendo mais caro, inclusive, do que o recém-anunciado MacBook de 13 polegadas com tela Retina.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Lenovo)

O preço assustou tanta gente que muitos já fizeram os cálculos para ver se, com a mesma quantia em dinheiro, dava para comprar um ultrabook e um tablet separados. O mais impressionante é que a resposta não só foi positiva como ainda sobrava um bom restante de troco.

Especificações

No entanto, se para você o que importa é a novidade e o IdeaPad Yoga 13 é um dispositivo que merece ser adquirido, saiba que sua configuração é bem interessante. Além de já vir com o Windows 8 pré-instalado, ele conta com:

  • Processador Intel Core i5;
  • 4 GB de RAM;
  • 128 GB de armazenamento SSD;
  • Webcam 720p integrada;
  • Tela IPS de 13,3 polegadas com resolução de 1600x900 pixels com suporte à tecnologia touch.

O mais curioso de tudo é que, apesar de trazer a proposta de unir características de dois aparelhos, o híbrido pode causar um grande estranhamento em quem tentar usá-lo como tablet. Para ativar esse modo, o usuário precisa puxar o teclado até deixá-lo atrás da tela. O ponto é que isso deixa as teclas à mostra, o que pode incomodar muita gente — embora haja um bloqueio que impeça que você digite qualquer coisa dessa maneira.

Além disso, esse formato faz com que o Yoga fique com nada menos do que 16,9 milímetros de espessura, ou seja, muito mais do que a grande maioria dos outros tablets. Como se não bastasse, ele ainda pesa 1,5 quilo — uma quantia considerável para um aparelho que precisa ser carregado nos braços.

Fonte: Lenovo, Gizmodo

Cupons de desconto TecMundo: