Um dos maiores medos de qualquer gearhead é que a chegada dos carros elétricos signifique também o fim dos carros fabricados com o foco no prazer em dirigir. Os superesportivos são um dos maiores estandartes da resistência daqueles que não querem deixar os motores a combustão morrerem tão rápido assim – mas parece que isso também está prestes a mudar.

A Lamborghini, uma das mais tradicionais fabricantes de carros da história, acaba de passar para o outro lado, para o desespero dos entusiastas do mundo todo.

Segundo o portal alemão Auto Bild, a empresa montadora de Sant’Agata Bolognese já está se preparando para produzir um hiperesportivo elétrico. Batizado de Vitola, ele usaria a mesma base do Porsche Mission E, a J1. Achou estranho? Fique tranquilo: tanto a Lamborghini quanto a Porsche fazem parte do Grupo Volkswagen.

O veículo poderá ter um motor elétrico para cada roda, gerando um total de 800 cv de potência, 200 a mais que o Porsche, e capaz de fazer de 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos, mesma marca do Tesla P100D. A velocidade máxima aproximadamente 300 km/h.

A expectativa é que o Vitola, caso realmente venha a se tornar realidade, tenha uma produção limitadíssima, seguindo a mesma linha de carros como Lamborghini Veneno, Centenario e Sesto Elemento. Os conceitos de como seria o carro da Lambo já começaram a aparecer na rede:

Pra você que entende alemão, o vídeo da Auto Bild a respeito do assunto está aí:

Vale lembrar também que não é a primeira empreitada da Lamborghini na área dos elétricos: em 2014, a fabricante mostrou o Lamborghini LPI-910-4 Asterion, que era, basicamente, um supercarro híbrido da marca que nunca chegou a ver a luz do dia.

De qualquer forma, fica a pergunta: será que esse é só um devaneio da Lambo ou uma ideia que veio pra ficar? Deixe sua opinião aí no campo dos comentários!

Cupons de desconto TecMundo: