Há cerca seis meses, nós da equipe do TecMundo tivemos o privilégio de colocar as mãos no HyperX Cloud, primeiro headset gamer desenvolvido pela HyperX, antes mesmo de ele chegar oficialmente ao mercado brasileiro.

Na ocasião, confesso que nos sentimos um pouco receosos ao abrir a caixa do produto e experimentá-lo pela primeira vez – afinal, a Kingston é uma empresa reconhecida pela forte atuação no mercado de memórias, e seria estranho ela “inaugurar” sua participação em outro segmento tão distinto de uma forma tão brusca. Havia dúvidas em relação à qualidade do produto e da capacidade da companhia de projetar um bom headset para gamers.

No fim do review, contudo, estávamos incondicionalmente apaixonados pelo Cloud e sua série de pontos positivos, como você pode conferir relendo a análise. E foi por isso que nos sentimentos animados ao saber que teríamos a oportunidade, novamente, de testar o Cloud II antes de seu lançamento no território brasileiro. Anunciado no mês de fevereiro, o novo dispositivo foi projetado para cobrir todas as "falhas" presentes no primeiro modelo e adicionar novos recursos para agradar ainda mais aos jogadores profissionais. Será que esse objetivo foi cumprido?

Especificações técnicas

  • Tipo de transdutor (fones de ouvido): dinâmico Ø 53 mm com ímãs de neodímio
  • Resposta de frequência (fones de ouvido): 15 Hz – 25.000 Hz
  • Impedância nominal (fones de ouvido): 60 Ω por equipamento
  • Peso: 320 gramas
  • Comprimento do cabo: 1 metro + 2 metros de extensão
  • Tipo de transdutor (microfone): condensador back electret
  • Resposta de frequência (microfone): 50 – 18.000 Hz
  • Impedância nominal (microfone): ≤ 2,2 kΩ

Detalhes que fazem a diferença

Visualmente falando, o Cloud II não apresenta grandes avanços em relação ao seu antecessor. Disponível em duas cores distintas (Vermelho e Gun Metal), o headset continua tendo um acabamento impecável, com o arco construído em metal e revestido de couro sintético. O mesmo material é utilizado nas almofadas auriculares.

A unidade disponibilizada ao TecMundo para análise foi a versão Gun Metal, cuja escolha das cores é inegavelmente mais atraente do que a do primeiro Cloud: o fone é todo preto e com alguns detalhes – como o logotipo da marca e as costuras do couro na tiara – na cor prata.

De resto, o Cloud II segue exatamente o mesmo design do modelo lançado no ano passado. A caixa do produto, inclusive, adota o mesmo layout, abrigando o headset em espuma e trazendo uma carta de Anders “G8V1k1ng” Willumsen, gerente geral da HyperX, gravada na parte interna da tampa do estojo. Aquela mesma sensação de “produto de luxo” se repete aqui, e o simples ato de desembalar o Cloud II já mostra que a Kingston sabe caprichar em todos os aspectos de seus produtos.

Simplificando as conexões

Uma melhoria significativa que chamou nossa atenção no Cloud II foi a simplificação no quesito conectividade. O headset lançado em 2014 possuía dois conectores (um para o áudio e outro para o microfone), acompanhando um adaptador para dispositivos móveis (que fundia os dois fios em apenas uma única conexão P2) e um cabo extensor de 2 metros (o que totalizava 3 metros de fiação).

Por outro lado, o novo Cloud possui um único fio P2, de um metro – para usar o microfone, você pluga esse conector em um controlador de volume, que por sua vez é conectado via porta USB. Dessa forma, para usar o headset em um smartphone ou tablet, basta conectar o próprio cabo P2 nativo do fone de ouvido; na hora de utilizá-lo em um computador, você só precisa conectar o P2 na plaquinha controladora e plugá-la na USB. Muito mais simples e prático.

Os únicos acessórios que não foram retirados são o adaptador para poltronas de aviões (que possuem dois conectores P2) e uma elegante bolsa para você transportar o produto com segurança.

Superioridade sonora: surround 7.1

Contudo, podemos dizer sem sombra de dúvidas que o maior upgrade do Cloud II em relação ao seu antecessor é o fato de que o novo headset possui um sistema de som surround de 7.1 canais, que proporciona uma imersão inigualável em jogos e filmes compatíveis com tal tecnologia.

Testamos os fones de ouvido não apenas em games de PC, mas também em títulos de PS4 (FIFA 15 e Transistor), e ficamos impressionados com a qualidade sonora do lançamento da HyperX. A superioridade do áudio fica evidente sobretudo em jogos de tiro em primeira pessoa (FPS), sendo possível “sentir” a profundidade e direção de onde o som está sendo emitido.

Sabendo que o sistema 7.1 não é apropriado para músicas, a companhia adicionou um botão na placa controladora que lhe permite ativar e desativar o sistema a qualquer momento com extrema agilidade (veja o GIF animado abaixo). Além disso, o Cloud II é um aparelho “plug and play” – ou seja, não é necessária a instalação de drivers ou softwares especiais para que o sistema 7.1 funcione corretamente.

Vale a pena?

Não há muito o que falar sobre o HyperX Cloud II. O novo headset é um pequeno – porém valioso – upgrade em relação ao modelo lançado no ano passado, conseguindo cobrir perfeitamente todas as brechas para críticas negativas que existiam em seu antecessor. De fato, com a adição do surround 7.1 e a simplificação de seu cabeamento, o produto simplesmente nos deixou incapacitados de apontar quaisquer defeitos e não abriu brechas para reclamações.

Ridiculamente confortável (tanto na cabeça quanto no pescoço), o Cloud II é quase um massageador para suas orelhas: é possível usá-lo por três, quatro e até cinco horas seguidas sem sentir qualquer tipo de dor ou desconforto – acredite, nós fizemos isso. Visto que trata-se de um headset para o público gamer profissional, que encara grandes sessões de jogatina com poucas ou nenhuma pausa, essa característica pode ser declarada como o principal diferencial do aparelho em relação a outros produtos disponíveis no mercado. Sim, nos arriscamos a dizer que o Cloud II é, de longe, o fone de ouvido mais confortável que o dinheiro pode comprar.

Ainda não sabemos quanto a novidade vai custar nas prateleiras brasileiras, mas é cabível esperar algo na faixa dos R$ 600 – lá fora, ele pode ser encontrado por US$ 99, mas todos nós sabemos que o “custo Brasil” encarece os dispositivos eletrônicos por aqui. Dessa forma, fica difícil recomendar a atualização para quem já é dono do primeiro Cloud (a não ser que você realmente valorize o surround 7.1), visto que as mudanças entre as duas versões foram realmente tímidas.

Contudo, se você está procurando um novo headset de qualidade – seja para jogar, assistir a filmes ou simplesmente escutar música com o máximo de conforto possível – e não tem medo de investir uma boa grana nisso, o Cloud II merece figurar no topo de sua lista de considerações. Mais uma vez, a HyperX está de parabéns!

Cupons de desconto TecMundo: