Toda vez que um grande lançamento para PC com alguma tecnologia nova ocorre, é certo que vamos acompanhar um novo capítulo da batalha entre NVIDIA e AMD. Infelizmente, a situação não foi diferente com o lançamento de The Witcher 3: Wild Hunt, que acompanha tecnologia Hairworks — responsável por tornar os cabelos do protagonista Geralt dignos de uma propaganda de xampu.

A AMD afirma que a NVIDIA está agindo de forma a prejudicar seus negócios e os consumidores com o sistema GameWorks (acusação que não é exatamente nova). Segundo a companhia, a plataforma possui uma série de códigos de acesso restrito cujo único objetivo é diminuir o desempenho em GPUs que não são fabricadas pela própria NVIDIA.

Além do sistema Hairworks, a plataforma também tem grande influência em opções como o sistema HBAO+, que está se tornando popular entre desenvolvedores. Como o GameWorks é uma plataforma proprietária, a AMD se vê impossibilitada de criar drivers que realmente aproveitam esses recursos.

A resposta da NVIDIA

Em resposta, a NVIDIA afirmou que a tecnologia não fere nenhuma das convenções do mercado. “A GameWorks melhora a qualidade visual de jogos para consumidores da GeForce. Ela não prejudica o desempenho em hardwares concorrentes”, afirmou a empresa em um comunicado enviado ao site PC Perspective.

“Exigir o acesso ao código-fonte de nossa tecnologia legal é uma tentativa de desviar o foco de seus problemas de performance. Dar sua propriedade intelectual, seu código-fonte, é incomum para todos na indústria, incluindo desenvolvedores de middleware e criadores de jogos. A maior parte do tempo otimizamos jogos baseado em builds binários, não em códigos-fonte”, complementou o representante.

Na prática, há tanta diferença?

Durante nossos testes de The Witcher 3: Wild Hunt, pudemos experimentar o jogo tanto em uma GPU da NVIDIA (a poderosa Titan X) quanto em um hardware da AMD (a R9 290X da XFX, que também não faz feio em matéria de desempenho) e não sentimos diferenças substanciais de desempenho. Embora a tecnologia hairworks impacte menos no desempenho da placa de vídeo da NVIDIA, na prática o jogo se mostrou igualmente otimizado em ambos os casos.

No entanto, o game parece ser uma exceção quando se trata de um título baseado no sistema GameWorks. Os jogos que mais exemplificam os problemas causados pelo sistema em hardware da AMD são aqueles produzidos pela Ubisoft, que costumam ter um desempenho visivelmente melhor em GPUs da NVIDIA.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: