Temendo os tão famosos vazamentos, a Apple investiu pesado em segurança durante o desenvolvimento da primeira versão de seu icônico iPhone. A equipe de engenheiros e designers responsável pela criação do produto – que foi anunciado em janeiro de 2007 – foi dividida em dois setores completamente isolados um do outro: o primeiro deles trabalhava na interface do iOS usando um hardware falso, enquanto o outro trabalhava no hardware usando uma versão modificada do sistema operacional.

Essa edição modificada era internamente conhecida como Skankphone e trazia quase todas as funções presentes no iOS final, mas com uma interface propositalmente malfeita. Dessa forma, era impossível que os profissionais envolvidos na criação do celular em si vazassem qualquer imagem da interface real – que, na época, foi tida como revolucionária no setor de dispositivos móveis. Ou seja, muita gente trabalhou nas especificações técnicas do primeiro smartphone da Apple sem ter a menor ideia de como seria o visual de seu sistema operacional.

O Skankphone permaneceu esquecido durante todos esses anos, até que, na semana passada, um californiano identificado simplesmente como “theappleperson” resolveu colocar um protótipo do primeiro iPhone à venda em seu perfil do eBay. Ninguém sabe ao certo como o cidadão conseguiu tal relíquia, mas as fotografias disponibilizadas na página de venda mostram em detalhes a aparência desse SO medonho que a Apple adotou durante o desenvolvimento de seu gadget.

Como você pode conferir nas imagens da galeria acima, o Skankphone era de fato um tanto “rústico” e pouco amigável, mas permitia que os engenheiros testassem livremente todas as capacidades técnicas do aparelho (câmera, discador, Bluetooth, backlight, multitouch, WiFi, navegador web, sensores etc.). E você, acha que a Apple estava correta ao armar todo esse esquema de segurança ou acredita que Steve Jobs exagerou um pouco nessa ocasião?

Cupons de desconto TecMundo: