iPhone 6 conceitual criado por Nikola Cirkovic. (Fonte da imagem: Reprodução/Nikola Cirkovic)

Como sabemos, as fabricantes de eletrônicos têm o costume de manter um ciclo de desenvolvimento relativamente bem adiantado, ou seja, quando um novo smartphone ou tablet é lançado, o seu sucessor está em um processo de planejamento e até de protótipos bem avançado.

A Apple é uma das empresas que segue essa linha, o que significa que, embora o iPhone 5S tenha sido anunciado recentemente, provavelmente o iPhone 6 já deve ter uma forma definida. As apostas dos rumores são variadas, mas uma característica se faz presente em quase todas essas especulações: uma tela maior.

Reforçando essa ideia, recentemente, Peter Misek, analista da Jefferies & Company e conhecido por ter informantes “quentes” na companhia da Maçã, publicou uma nota para investidores da empresa em que trabalha fazendo projeções de crescimento mais acentuadas para a Apple.

Misek defendeu suas previsões financeiras com base em duas informações. A primeira delas é que a companhia teria estabelecido novos acordos comerciais com seus fornecedores nos quais os custos de componentes presentes no seu smartphone seriam menores.

Além disso, o analista teria sido informado que o iPhone 6 realmente aumentaria de tamanho, tendo um display de 4,8 polegadas. Em uma visão comercial sobre a Apple, isso seria bom porque estimularia a um grupo maior de pessoas a fazerem um upgrade de seus iPhones.

Cupons de desconto TecMundo: