Um dos smartphones mais vendidos e reconhecidos da história, o iPhone pode ter vendido sua unidade de número 1 bilhão na última segunda-feira (25). Quem afirma isso são analistas de Wall Street que, baseados em números divulgados pela Apple, acreditam que a companhia vendeu nada menos que 54 milhões de aparelhos nos últimos quatro meses.

Os analistas da FacSect acreditam que, durante a primavera do hemisfério norte, a fabricante vendeu 40 milhões de unidades do dispositivo, que chegam a 988 milhões no final de junho. Eles acreditam que a Empresa da Maçã vai conseguir vender mais 43 milhões de aparelhos neste semestre — 500 mil por dia —, o que joga a marca de 1 bilhão para o começo desta semana.

A confirmação desses dados deve acontecer na próxima terça-feira, quando a Apple deve reportar seus resultados financeiros para o mais recente trimestre fiscal. Caso a marca histórica realmente tenha sido atingida, o CEO Tim Cook pode estar prestes a dar notícias muito boas aos acionistas.

Além de criar o smartphone mais vendido do mundo, a Apple também detém recordes no campo dos tablets (iPad) e dos reprodutores de música (iPod). No entanto, o iPhone deve ser considerado um fenômeno à parte, tendo vendido sozinho mais do que todos os outros produtos da companhia somados.

Cupons de desconto TecMundo: