O site Chipworks realizou a desmontagem e análise completa do interior do iPhone SE, o mais novo smartphone de 4" apresentado pela Apple. O resultado não é exatamente surpreendente, mas algumas novidades foram encontradas.

A falta de surpresas é justamente porque o iPhone SE não foi uma surpresa por dentro ou por fora. No exterior, lembra o iPhone 5s. Por dentro, vários componentes da última geração, o iPhone 6s. A análise começou pelo o processador Apple A9 e pela memória DRAM. Ao analisar o lote, descobriu que os componentes datam de dezembro e outubro de 2015, respectivamente, o que significa que os componentes estavam prontos antecipadamente e foram montados provavelmente no comecinho deste ano.

Vários componentes são "clássicos" da Apple, como os controladores touchscreen (usados em iPods, iPhones e MacBooks). Além disso, foram identificados o chip NFC, o sensor de seis eixos e o modem da Qualcomm, todos da geração do iPhone 6s. Um módulo que serve como gerenciador de energia é uma das poucas peças que estrearam no modelo.

E aí?

Nas conclusões do Chipworks, os responsáveis citam que são poucas as poucas novas partes no "monstro de Frankestein" que é o iPhone SE, mas isso não significa que não há inovação. O fato de a Apple ter combinado diferentes gerações de componentes de uma forma efetiva é tarefa difícil e que deve ser comemorada pelo consumidor. Citando que ainda há muito o que ser descoberto com análises mais precisas e intensas, o site afirma que vai continuar desmontando e avaliando peça a peça o novo modelo. O estudo detalhado você confere aqui (em inglês).

O que você achou do lançamento do iPhone SE? Acha que faltou inovação por parte da Apple ao apostar no mesmo design do iPhone 5s? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: