O iPhone 8 está cada vez mais próximo, portanto é comum que os rumores a seu respeito comecem a ganhar cada vez mais profundidade. Exemplo disso é a recente informação de que o aparelho pode trazer um chip dedicado à inteligência artificial junto do chipset A11. A ideia é de um equipamento responsável, por exemplo, pelo sistema de predição de palavras e também pelo reconhecimento facial do dispositivo.

Esse processador exclusivo de IA vem sendo chamado de Neural Engine e a intenção é fazer com que ele realize tarefas avançadas e, com isso, dê uma folga para os núcleos principais do chipset, ajudando ainda a poupar bateria. O dispositivos serviria ainda para implementar no iPhone a tecnologia de tela ProMotion, já utilizada no iPad Pro anunciado neste ano.

Reconhecimento facial

A Neural Engine seria ainda parte responsável no novo sistema de reconhecimento facial do iPhone, que pode substituir a Touch ID para destravar o aparelho e autorizar pagamentos com o Apple Pay. Segundo a Bloomberg, este sistema utilizaria mapeamento 3D do rosto por meio de um sensor/emissor laser dedicado, diferente do esquema de reconhecimento de íris presente no Galaxy S8.

Na espera

As expectativas para o iPhone 8 são grandes e os principais rumores indicam um aparelho sem botão Home físico e com um aproveitamento de tela praticamente inédito na história do aparelho da Apple. O dispositivo deve trazer uma tela OLED 2.5D de 5,2 ou 5,8 polegadas, 3 GB de memória AM e até 256 GB de memória interna. A previsão é de que o aparelho seja anunciado em setembro.

Cupons de desconto TecMundo: