Por muito tempo, o design icônico dos iPhones foi uma das forças do aparelho, ajudando tanto a reforçar a marca quanto servindo de inspiração para uma série de outros aparelhos da mesma categoria. Agora, no entanto, alguns dos traços mais marcantes desse layout podem atrapalhar consideravelmente o visual do vindouro iPhone 8. Ao que parece, a tendência de bordas mais finas no mercado mobile é a culpada pelo novo entrave da Apple nesse sentido.

Depois da chegada das câmeras protuberantes, que se tornaram padrão desde a família iPhone 6, e da dança da linha das antenas, que variam de posição conforme o modelo do celular – mas continuam a se manter visíveis na parte traseira do gagdet –, os adeptos do iPhone podem ter que se acostumar com mais um elemento “invasivo” no seu brinquedinho. Se vazamentos recentes estiverem corretos, agora é a parte frontal do equipamento que pode evidenciar que os engenheiros da Maçã estão deixando os designers para trás.

Será que essa é a decisão mais acertada de design?

Como dá para conferir nas fotos acima – que, supostamente, seriam de películas de vidro para o iPhone 8 –, a ideia de ocupar o espaço de um smartphone de 4,7 polegadas com uma tela muito maior e de bordas mínimas faz com que sensores, alto-falantes e câmeras se destaquem de uma forma não muito bonita. Afinal, estamos falando de um recorte para dentro da tela feito apenas para abrigar esses elementos, quebrando bastante da harmonia do aparelho e ficando aquém do que a Samsung apresentou com sua linha Galaxy S8.

Suposto layout frontal do iPhone 8

O que a Apple vai fazer para que o 'calombo' não atrapalhe as imagens?

Caso esse desenho do iPhone 8 seja levado adiante, resta saber o que a Apple vai fazer para que o “calombo” não atrapalhe a visualização de imagens ou mesmo a disposição da interface dentro do iOS 11. Seja como for, essa não deve ser uma decisão fácil para a empresa, já que rumores indicam que o desejo da marca é que, eventualmente, câmeras e speakers sejam posicionados por baixo do display, oferecendo uma experiência completamente limpa para o usuário. E aí, você acha que a Maçã vai revelar o celular desse jeito em setembro?