Se depender dos rumores recentes a respeito do tema, os próximos smartphones da Apple só não vão fazer comida e passar a sua roupa. No entanto, dentro das expectativas mais “pé no chão” para o sucessor da linha iPhone 7 estão mudanças interessantes no design do gadget, que podem ir de um display maior e com tecnologia OLED ao sumiço completo do botão Home. Essa remoção do atalho icônico do produto, aliás, é o assunto principal de uma especulação bem interessante levantada por Ming-Chi Kuo, analista da KGI.

Até então, uma série de vazamentos indicavam que o botão seria meramente integrado à tela do iPhone 8, recebendo tanto as funções de navegação do mecanismo quanto o recurso de identificação do usuário, o Touch ID. Agora, essa alteração pode chegar a um novo patamar e trazer mais funcionalidades ao dispositivo da Maçã. Segundo Kuo, o espaço deixado pelo antigo botão Home deve ser ocupado por uma espécie de barra de ferramentas customizável.

Retorno às origens?

Para o analista, essa região adicional no painel poderá exibir uma série de botões virtuais e agregar tecnologias biométricas que vão além da leitura de impressões digitais. O mais bacana desse rumor, além da própria mudança no jeitão do aparelho, é que a imagem divulgada pela KGI para ilustrar o assunto – que você pode conferir logo abaixo – dá uma ideia de como o iPhone deste ano pode se comparar em tamanho quando colocado ao lado dos atuais modelos de 4,7 e 5,5 polegadas.

O próximo iPhone pode ter o tamanho do iPhone 7 e a autonomia do iPhone 7 Plus

Ao que parece, a escolha pelo novo display OLED de 5,8 polegadas não só oferece uma área maior de visualização e uma definição bem melhor de imagens – com resolução de 2800x1242 pixels –, como também possibilita um design consideravelmente mais compacto para o brinquedinho. Com isso, o próximo iPhone pode ter o tamanho do iPhone 7 enquanto ostenta uma autonomia semelhante à do encorpado iPhone 7 Plus. O melhor de dois mundos? Tudo indica que sim.

Aproveitamento de espaço parecer ser a regra número um do novo iPhone

Além de o esquema de bordas mínimas e aproveitamento máximo do espaço do aparelho lembrarem bastante as regras de design eternizadas por Steve Jobs, a novidade pode dar origem a aparelhos de entrada da marca ainda menores. Basta pensar que, se os rumores a respeito de uma versão 4,7 polegadas do celular estiverem corretos e a mesma tecnologia de miniaturização for utilizada nele, esse modelo pode acabar tendo as mesmas proporções do antigo iPhone 5 – com tela de 4 polegadas.

Claro que há chances de, pelo menos nessa próxima geração do iPhone, o painel OLED só ser incluído em sua edição mais premium. Seja como for, não deixa de ser uma perspectiva agradável para quem não curte tanto o crescimento exponencial dos smartphones mais atuais. E você, o que achou dessa nova leva de vazamentos, boatos e especulações a respeito do futuro lançamento da Apple? Deixe a sua opinião sobre o tema mais abaixo, na seção de comentários.