Como já é de costume, o primeiro dia de pré-venda das novas versões dos iPhones sempre mostra números expressivos. Ao que parece, a Apple teria acertado em cheio dessa vez e superou o recorde do ano passado. Somente na última sexta-feira (12/09), a Maçã pode ter vendido cerca de 16 milhões de iPhones 6 e 6 Plus nas regiões onde eles já foram disponibilizados em pré-venda.

Esses números não são oficiais e ainda precisam serem confirmados pela fabricante. Apesar disso, a maior operadora de telefonia nos EUA, a AT&T, fez um comunicado dizendo que o primeiro dia de pré-venda foi uma data excepcional. Isso não apenas para a operadora, como também para a os clientes da empresa que compram iPhones como nunca, batendo todos os recordes.

Não há também dados da AT&T sobre quantos aparelhos foram vendidos, mas imagina-se que foram muitos, dado o entusiasmo do CEO da empresa em seu comunicado.

No lançamento dos iPhones 5 e 5C em 2013, a Apple chegou a vender 9 milhões de smartphones no seu fim de semana de pré-venda nesses mesmo países selecionados. Vamos esperar pelos números oficiais para ver se a novidade da Maçã é realmente esse sucesso estrondoso.

ATUALIZAÇÃO

A Apple finalmente soltou os números oficiais sobre a venda de iPhones 6 e 6 Plus das primeiras 24 horas de pré-venda. Bem diferente do que os rumores previam, foram 4 milhões de aparelhos vendidos no primeiro dia e não 16 milhões.

A notícia veio com um comunicado oficial que explica os números e ainda traz comentários de Tim Cook sobre os novos smartphones serem os mais avançados da história da Maçã.

Apesar de já termos passado o primeiro final de semana inteiro depois da disponibilização inicial na última sexta-feira, ainda não há um levantamento sobre o número de iPhones vendidos nesses primeiros três dias. Mesmo não atingindo os 16 milhões, a marca deste ano é ainda assim um recorde para a Apple.

Cupons de desconto TecMundo: