Sempre que a Apple apresenta um novo smartphone ou tablet, a empresa faz questão de comparar as dimensões dos dispositivos mais recentes com suas gerações anteriores. iPhones e iPads vão ficando mais finos e a companhia quase sempre encontra uma forma de espremer os componentes internos. No caso do iPhone 6, isso não deu muito certo e a Maçã teve que voltar atrás.

De acordo com a Reuters, entre junho e julho deste ano, as linhas de produção do smartphone tiveram que ser completamente interrompidas para que o aparelho passasse por uma mudança nos componentes internos, mais especificamente no sistema de iluminação da tela.

Para o iPhone 6, a Apple tinha definido o uso de apenas uma película luminosa na parte de trás do display em vez de duas como vinha fazendo até então. A expectativa era de que um componente dessa natureza mais fino e mais brilhante pudesse dar conta do recado, mas isso não aconteceu.

Adaptação

A empresa teve que refazer seus planos e, provavelmente, precisou adaptar o design inteiro do produto, o que pode deixá-lo um pouco mais grosso. Apesar disso, a adição de mais uma película luminosa não deve ser muito perceptível nas mãos do usuário.

Ao que tudo indica, esse problema já foi contornado pela Maçã e a data de lançamento esperada para o smartphone ainda é 09 de setembro, mas é possível que o estoque do produto para as primeiras semanas seja baixo ou, pelo menos, não tão alto quanto a empresa esperava.

Há alguns meses, rumores sobre outro atraso na linha de produção da Apple para os iPhones já tinha sido propagado pela internet. Na época, um problema teria acontecido com os iPhones de 5,5’’ e, por isso, é possível que somente o modelo menor apareça no lançamento de setembro.

Cupons de desconto TecMundo: