É bem possível que você já esteja cansado de tantos rumores sobre os produtos da Apple, mas tenha calma que isso logo acaba — e aí começa a rodada de boatos sobre os próximos iPhones, iPads e afins.

Felizmente, falta praticamente apenas um mês para conhecermos os novos gadgets e termos todas as confirmações (muitas já são realmente certezas) da própria Maçã. Contudo, enquanto a data não chega, é nosso dever e obrigação manter você a par da situação, com todos os detalhes sobre o assunto. Afinal, nós somos o TecMundo e você quer saber de tecnologia, não é mesmo?

Hoje, vamos resumir as principais informações sobre os iPhones e iPads que a fabricante está preparando. Ainda que tudo seja boato, muitas informações são lógicas e a leitura é válida, ainda mais se você está pensando em trocar de celular, já que algumas das novidades podem valer a espera. Agora, chega de papo e vamos especular.

iPhones para todos os gostos

A essa altura do campeonato, é muito provável que você já esteja sabendo que a Apple está querendo lançar dois modelos do iPhone. Isso já aconteceu no ano passado, quando a empresa anunciou as versões iPhone 5C e 5S. Todavia, segundo os rumores, a diferença é que agora teremos aparelhos completamente diferentes para agradar a todos.

O primeiro modelo, que deve ser realmente o iPhone 6, conforme noticiamos recentemente, tem tela de 4,7 polegadas e virá como substituto direto do iPhone 5S. O aumento é suficiente para colocar a Apple em pé de igualdade com alguns concorrentes de tamanhos reduzidos.

O outro smartphone a ser apresentado será um pouco maior, sendo bem provável que ele tenha tela de 5,5 polegadas. Este dispositivo de tamanho avantajado talvez seja a carta na manga para combater os tops de linha da Samsung, LG e Sony, os quais têm displays de tamanho semelhante.

Quanto à resolução, os últimos boatos sugerem um aumento significativo de 640x1136 pixels para 960x1704. Isso quer dizer que a resolução vai ter um aumento de 50%, o que é excelente para acompanhar as mudanças de tela e evitar distorções visuais.

Segundo os boatos, essa resolução deve ser adotada nos dois dispositivos, então o iPhone 6 de 4,7 polegadas terá um display com densidade de 416 ppi (pontos por polegada), enquanto o visor do modelo de 5,5 polegadas deve ter densidade de 356 ppi.

Essa é uma resolução muito boa e representa uma melhoria significativa, principalmente quando a comparamos com a densidade de pixels da tela do iPhone 5S, o qual exibe 326 pixels por polegada. Mas, apesar de melhorar, a Apple ainda vai ficar atrás dos concorrentes, que têm smartphones com resoluções Full HD (1080x1920 pixels) e Quad HD (1440x2560 pixels).

Também é válido lembrar que a maioria dos rumores apresentados até agora aponta para uma tecnologia de proteção contra riscos à base de safira. Isso significaria o abandono da Gorilla Glass e supostamente um aumento substancial na resistência dos displays. Mas pode ser que não seja bem assim.

Ainda mais poderosos!

Como de praxe, a Apple deve realizar um upgrade considerável no hardware dos novos iPhones. Ano passado, a companhia apresentou um processador de 64 bits para garantir o avanço de seu dispositivo móvel e oferecer uma experiência sem igual a seus usuários.

Esse ano, é esperado que os novos iPhones recebam processadores e chips gráficos ainda mais robustos. Algumas especulações apontam que finalmente veremos unidades de processamento com quatro núcleos, sendo que isso pode significar um salto de desempenho realmente expressivo.

Seguindo o que já vimos em anúncios anteriores da Apple, podemos arriscar que o novo chip vai receber o nome de Apple A8. Suspostamente, o novo processador vai operar na frequência de 2 GHz e deve ser instalado nos dois modelos do iPhone.

Muitos outros recursos

Além de nova tela e processador, os novos smartphones da Maçã possivelmente terão melhorias nas câmeras. A “qualidade” em megapixels da câmera principal não deve ser alterada, portanto não espere mais do que 8 megapixels para registrar suas imagens. As novidades devem aparecer no sistema de estabilização, que agora deve ser mais preciso e ágil, porém não há detalhes de como ele funcionará.

Há informações de que o leitor biométrico passará por mudanças significativas, garantindo mais precisão e segurança ao usuário. Este dispositivo também deve receber melhorias na velocidade de funcionamento (algo que será facilitado pela nova CPU).

Muitas especulações não descartam a compatibilidade com a tecnologia NFC (o que já é esperado há um bom tempo), adesão de um chip de rede compatível com as redes 802.11 ac — o que pode melhorar significativamente os tempos de downloads e as transferências — e carregamento wireless.  

A bateria dos novos iPhones também deve ser aprimorada. O celular com tela de 4,7 polegadas possivelmente trará componente energético com 2.100 mAh. Na pior das hipóteses, pode ser que o valor seja de apenas 1.810 mAh. O aparelho maior, por outro lado, deve ter bateria de 2.500 mAh, algo que é bem sensato, visto que telas grandes consomem mais energia. Seja como for, essa medida é lógica e certamente será uma das novidades.

Novos iPads também estão nos planos

Se você é fã de tecnologia, já deve saber que a Apple, atualmente, tem dois modelos de tablets. O mais robusto é o iPad Air, sendo que ele deve continuar como o principal tablet da companhia, mas uma nova versão, ainda mais fina e mais leve, possivelmente será apresentada muito em breve (mas não no mesmo evento do iPhone). O nome — óbvio! — será iPad Air 2.

Seguindo a onda dos smartphones, o novo tablet projetado pela empresa de Cupertino contará com o novo processador A8 e, felizmente, com mais memória RAM — algo que deve ajudar muito principalmente se houver mudanças na resolução da tela.

iPad Air 2 possivelmente ainda terá uma câmera frontal de 5 MP, o que vai garantir imagens com melhor definição durante as chamadas com vídeo. Não há informações sobre melhorias na câmera principal, mas talvez o produto traga apenas algumas novidades para o foco (assim como o iPhone). O TouchID também deve ser componente obrigatório no iPad Air 2.

Quanto ao iPad mini, os rumores sobre uma terceira versão (sucessor do iPad mini com Retina Display, que seria o iPad mini 2) do aparelho são escassos. Alguns analistas acreditam que, devido às vendas contidas, esta versão compacta do tablet não será atualizada este ano.

Entretanto, a Apple pode surpreender e realizar uma atualização, talvez apenas na memória RAM e no processador, para garantir que os consumidores continuem tendo interesse no iPad mini.

Pode ser um pouco diferente

Mesmo que todos os rumores e as fotos apontem para as informações que apresentamos aqui, devemos relembrar que a Apple não confirmou nada e muitos detalhes podem ser apenas suposições. Assim, não fique abismado se, por acaso, o novo iPhone não tiver tela com proteção de safira ou se o processador não tiver quatro núcleos.

De qualquer forma, não falta muito para termos as confirmações da Apple sobre todas essas informações quanto aos novos iPhones. Segundo os últimos boatos, o anúncio realmente acontecerá no dia 9 de setembro, então falta muito pouco para conhecermos todas as novas ideias e ficarmos babando nos produtos inovadores da Maçã.

Sobre o iPad Air 2, o momento mais propício para um anúncio deve ser mais para o fim do ano, possivelmente em novembro. O que você espera ver nesses aparelhos?

Cupons de desconto TecMundo: