Durante uma reunião com acionistas, o CEO da Foxconn, Terry Gou, anunciou que a companhia deve aprimorar em breve sua linha de produção, que deve substituir humanos por robôs. Segundo o executivo, a Apple deve ser a primeira companhia a se beneficiar com o novo processo — indício de que o iPhone 6 vai ser o smartphone pioneiro a passar pelas máquinas.

A companhia planeja investir em 10 mil robôs, cada um com custo aproximado entre US$ 20 mil e US$ 25 mil e capacidade de produzir uma média de 300 mil smartphones. Segundo Gou, as máquinas não vão ser disponibilizadas para venda para outras companhias, visto que eles sequer vão ser capazes de suprir a demanda da própria Foxconn em um momento inicial.

Recentemente, a empresa realizou a contratação de aproximadamente 100 mil novos funcionários como preparação para o início da produção do novo iPhone. Até o momento, não se sabe se a decisão de empregar robôs na linha de montagem vai impactar o trabalho desses novos funcionários, tampouco há detalhes quanto a possíveis demissões.

Cupons de desconto TecMundo: