Se você é do tipo que ficou babando no case para iPhone que permitia ao aparelho da Apple rodar o sistema de sua principal concorrente, mas ficou triste por se tratar apenas de um protótipo, fique calmo: agora já é possível comprar um produto real com esse recurso. Como os chineses não conhecem limites na hora de surfar uma onda que pode render uns bons trocados, eles acabaram desenvolvendo a Mesuit, uma capinha que também faz com que o Android possa ser exibido na tela do celular da Maçã.

O conceito do gadget é praticamente o mesmo do item impresso em 3D e apresentado no começo de junho. Isso quer dizer que o case é basicamente um smartphone completo – com processador MediaTek MT6753, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento – que se comunica com os modelos mais recentes do iPhone por meio da entrada Lightning. Com tudo devidamente acoplado, basta que o usuário inicie um aplicativo para rodar o sistema do robozinho verde de forma virtualizada.

Isso significa que a performance da plataforma não é exatamente espetacular, mas o conjunto dá conta de executar tranquilamente boa parte dos aplicativos da Google Play compatíveis com o hardware. Além de a experiência ser interessante por si só, a Mesuit oferece outros recursos aos consumidores, como a possibilidade de utilizar um nano SIM integrado ao case para realizar – e receber – ligações diretamente pelo Android. Achou pouco? Saiba que o brinquedinho também dá acesso ao SIM do iPhone – como se ele fosse dual chip.

Para aqueles que não têm nenhum tipo de interesse em se aventurar na plataforma da Google, a capinha também guarda algumas surpresas. Isso porque ela tem uma bateria própria, fazendo com que a versão do produto para iPhone 6 e 6s, por exemplo, funcione como um powerbank de 1.700 mAh, enquanto o modelo para a linha Plus traz 2.500 mAh de energia adicional. Além disso, se você ignorar o apêndice volumoso na parte de baixo do case, até que ele é bem elegante – ainda mais quando comparado ao protótipo da Tendigi.

Quanto? Onde? Como?

Até o momento, a Mesuit só está disponível para venda no e-commerce chinês JD.com, um serviço similar ao AliExpress e outros sites do tipo. Enquanto a edição para os smartphones de 4,7 polegadas sai por 999 yuans (R$ 489), a feita sob medida para os aparelhos com tela maior, de 5,5 polegadas, fica na casa dos 1.099 yuans (R$ 538).

Caso você tenha achado que o negócio vale a pena – mesmo com o preço sendo equivalente ao de celulares Android de entrada –, o melhor é pedir a colaboração de um amigo em viagem na China ou que more por lá. Afinal, pelo menos por enquanto, o site não está enviando remessas do produto para o exterior. E aí, ficou interessado no conceito da Mesuit ou acha mais vantajoso andar com um aparelho da Apple e outro das parceiras da Google mesmo?

Cupons de desconto TecMundo: