Outubro é o mês especulado para a próxima geração de iPhones. (Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

O iPhone 5 ainda está na fase de receber rumores sobre detalhes técnicos e no design, mas agora é o lançamento do produto que passa por um momento conturbado. Com a recente notícia de que a Qualcomm estaria com um estoque baixo de chips, não seria nenhuma surpresa se o aparelho fosse adiado até para 2013 – mas outubro deste ano continua sendo o mês mais cotado para o início das vendas.

A opinião é do analista Piper Jeffray, que acredita que a falta de chips de 28 nm, cuja presença ainda nem foi confirmada na próxima geração do smartphone, não deve causar alterações na data. Desse modo, os lucros do atual ano fiscal da Apple, que acaba em março de 2013, continuariam altos, já que levariam em conta o lançamento do iPhone 5.

Para Jeffray, a Apple tem experiência, já que lidou com baixa quantidade de peças no passado – e superou os problemas em todas as situações. O analista ainda faz previsões sobre as especificações do smartphone: o tal chip da Qualcomm possibilitaria conectividade LTE 4G, a tela seria maior que 4” e o aparelho teria maior processamento e memória, além de câmera com mais megapixels e uma traseira metálica similar ao que é visto no iPad.

Fonte: Apple Insider

Cupons de desconto TecMundo: