(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Todos já esperavam que isso iria acontecer, mas ninguém podia ter certeza dos detalhes. Mas agora o iPad mini foi finalmente mostrado pela Apple. Antes disso, porém, Tim Cook (o CEO da empresa de Cupertino) aproveitou o evento para revelar alguns números do tablet mais vendido no mundo. Até agora, já foram vendidos mais de 100 milhões de unidades do aparelho.

Cook também aproveitou para falar um pouco sobre a importância do iPad no mercado educacional norte-americano. Ele lembra ainda que 94% das 500 empresas mais ricas do mundo estão testando ou empregando o iPad em suas atividades. E depois de falar sobre a quarta geração dos iPads, a Apple finalmente trouxe as novidades do iPad mini, que deve ser ainda mais portátil (sendo ideal para estudantes e empresários).

O novo tablet possui boa parte das configurações já esperadas pelos consumidores e pela imprensa, a começar pela tela de 7,9 polegadas sem a tecnologia Retina. Com isso, a resolução do aparelho é limitada aos 1024x768 pixels – a mesma resolução do iPad 2, mas 2 polegadas menor, o que faz a densidade de pixels aumentar. O processador é o Apple A5 dual-core, não surpreendendo muito. Por outro lado, a espessura de apenas 7,2 milímetros arrancou suspiros dos presentes no evento.

Quais os aplicativos disponíveis?

Como o iPad mini possui a mesma resolução da segunda geração dos iPads, ele pode rodar qualquer aplicativo criado para os tablets até hoje. Com isso, o aparelho já nasce com um catálogo de mais de 275 mil softwares disponíveis para os consumidores. Uma grande gama de opções, não é mesmo? Confira abaixo alguns outros detalhes sobre o aparelho.

  • Processador: Apple A5 dual-core;
  • Câmera: iSight de 5 MP;
  • Câmera frontal: Facetime HD;
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi (a/b/g/n) e  Bluetooth;
  • Conector Lightning;
  • Espessura: 7,2 milímetros;
  • Bateria: autonomia para até 10 horas.

Preços do iPad mini

Assim como publicamos ontem, o iPad mini vai surgir no mercado com o preço um pouco mais elevado do que os atuais tablets Android mais acessíveis. Confira logo abaixo os valores que serão  cobrados pelos aparelhos, nos Estados Unidos

  • Wi-Fi 16 GB: US$ 329;
  • Wi-Fi 32 GB: US$ 429;
  • Wi-Fi 64 GB: US$ 529;
  • Wi-Fi + 4G 16 GB: US$ 459;
  • Wi-Fi + 4G 32 GB: US$ 559;
  • Wi-Fi + 4G 64 GB: US$ 659.

Cupons de desconto TecMundo: