(Fonte da imagem: Reprodução/AppAdvice)

Desde o lançamento do iPad, não faltam rumores sobre a possibilidade de uma versão menor do tablet ser lançada. Com a presença do Galaxy Tab e do Nexus 7 no mercado, parece que a necessidade de a Apple sair com iPad de 7” se faz ainda mais necessário. E apesar de muitos órgãos de imprensa e profissionais já terem adiantado a possibilidade de que isso venha a acontecer na conferência do dia 12 de setembro, a empresa ainda permanece calada sobre suas intenções.

Agora, mais uma opinião relevante vem fazer peso à possibilidade de o "iPad Mini" ser lançado no outono norte-americano. Para o analista Amit Daryanani, do grupo RBC Capital Markets, os comentários recentes sobre as fornecedoras da Apple demonstram que algo mais, além do iPhone 5, será lançado no evento do próximo mês.

“Ainda não está claro se será apenas uma versão atualizada do iPad ou o ‘iPad Mini’, mas acreditamos que a Apple deseje alavancar a elasticidade de preço do mercado de tablets fornecendo um modelo que custe cerca de US$ 300 (R$ 615)”, diz Daryanani.

O analista também acredita que o lançamento dessa versão do tablet pode fazer com que a Apple acelere ainda mais a adoção desse gadget, especialmente no setor da educação, e estimando que cerca de 40 milhões de unidades possam ser vendidas nos primeiros 12 meses, levantando uma receita de cerca de 10 bilhões de dólares.

Apesar disso, Daryanani teme que o lançamento do iPad Mini possa trazer impactos negativos nas vendas da Apple, como a possibilidade de que esse modelo mais barato acabe "canibalizando" a venda dos modelos mais tradicionais, de tela maior. Caso o dispositivo com dimensões reduzidas seja mesmo lançado, ele irá de encontro às ideias de Jobs, que declarou, certa vez, que os tablets de 7” estavam destinados à morte.

Fonte: BGR

Cupons de desconto TecMundo: