Quando Tim Cook disse que o "iPad mini 4 era uma versão pequena do iPad Air 2", muitos acharam que era apenas uma brincadeira. Mas agora o site iFixit decidiu desmontar o aparelho inteiro para mostrar que ele é realmente igual ao "irmão maior". Isso acontece porque os principais componentes do hardware foram aproveitados, incluindo processador, memória  e câmeras.

As diferenças ficam por conta dos dispositivos que tiveram que ser redimensionados, como a antena Wi-Fi e a bateria. Mas voltando às semelhanças, é preciso dizer que até mesmo as dificuldades nos reparos foram levadas ao novo dispositivo. O iFixit havia dado nota 2 (de 0 a 10) para a reparabilidade do iPad Air 2, mesma pontuação que foi conseguida pelo iPad mini 4.

Dificuldades no reparo

De acordo com o site, o novo iPad mini traz uma grande vantagem, que é o fato de a bateria não ser soldada à placa lógica. Também há elogios ao fato de o LCD e o painel frontal fazeram parte de uma peça fundida, o que pode ajudar na hora de abrir o dispositivo. Mas depois disso tudo o que vemos são críticas à montagem dele.

A fusão da tela (que foi elogiada por facilitar a abertura) pode encarecer a troca de displays em caso de rachaduras. Além disso, o conector Lightning é soldado à placa, dificultando qualquer tipo de substituição que seja necessária. Por fim, há muitas partes adesivas no interior do iPad — tornando qualquer reparo dificultoso. Em resumo: se você comprar um iPad mini 4, é melhor não quebrar nada nele. Se quebrar, é melhor não tentar arrumar sozinho! 

Cupons de desconto TecMundo: