No dia 18 de setembro, a Apple disponibilizou a versão estável do iOS 7, que traz uma série de novidades para os aparelhos portáteis que a empresa fabrica. A partir de agora, o sistema de iPads, iPhones e iPods Touch passa a contar com novo layout — a primeira grande alteração desde o lançamento em 2007 — e alguns recursos inéditos. Mas será que a atualização é uma boa ideia para os consumidores?

Nós fizemos vários testes com o iOS 7 e trouxemos as nossas impressões para que todos saibam o que esperar do sistema. Além de mudanças evidentes no design, ele também conta com novidades no sistema de multitarefas e central de controle, por exemplo. Fique atento em todos os detalhes para saber se as atualizações do iOS o deixaram ele ou se continuar com a versão antiga seria mais interessante..

Redesign completo

Não há como dizer que o novo layout do iOS 7 não é a maior alteração a chegar no sistema operacional. Desde os ícones mostrados nas telas iniciais até os aplicativos que fazem parte do iOS estão completamente reformulados. Já pela tela de desbloqueio dos aparelhos é possível ver que os novos traços vieram com tudo para os portáteis da Apple.

Em vez da famosa barra de desbloqueio, agora é possível arrastar toda a tela para ter acesso às funções do aparelho. E, assim que isso acontece, vemos que houve uma modificação grandiosa nos desenhos utilizados pelo iOS. Os ícones dos aplicativos agora seguem a tendência do mercado e estão chapados, com traços bem mais bonitos e que combinam mais com os portáteis.

Com menos detalhes tridimensionais e uma estrutura mais plana, é bem visível que o iOS foi pensado para se encaixar perfeitamente no design dos smartphones e tablets da empresa norte-americana. Até mesmo o teclado virtual do iOS está mais bonito. Com cores mais escuras, tornou-se mais fácil encontrar as teclas e realizar as digitações necessárias.

Apesar de os ícones estarem com menos traços 3D, é preciso dizer que a interface em geral segue o caminho contrário, graças aos novos recursos Paralax — que utilizam os sensores de orientação para entregar o melhor aos consumidores. Isso é ótimo esteticamente, mas aparelhos mais antigos podem sofrer para executar essas funções.

Segundo Homero Meyer (designer editorial da NZN), com o iOS 7 a Apple saiu do passado. O novo sistema abandonou os traços que já estavam ultrapassados para finalmente conseguir oferecer o que os consumidores esperam de um smartphone moderno. Os traços planos são apenas a ponta desse iceberg, que envolve também as cores e a fluidez do sistema.

Também nos aplicativos

Os traços do novo iOS estão presentes também nos aplicativos-padrão do sistema operacional. Calculadora, galeria de fotos e reprodução de músicas e vídeos são apenas alguns dos exemplos que podem ser citados.  Nos iPhones, também temos a chegada de novos traços ao sistema de ligações e mensagens, que agora passa a apresentar um layout bem mais plano.

Mas talvez a maior diferença esteja no app da câmera. Com novos recursos, ele agora permite que os usuários apliquem efeitos às fotografias antes mesmo de capturá-las. Também há mais facilidade na utilização de panoramas e aplicação do modo HDR. Outra novidade está na opção de fotografias quadradas, que podem ser utilizadas em apps externos com mais qualidade.

Safari

Quando pensamos no novo Safari, é preciso separar a análise por diferentes aparelhos. Enquanto nos iPads não há muitas diferenças além dos traços presentes no navegador e no acesso às abas e aos recursos de compartilhamento, os iPods e iPhones é possível perceber uma novidade bem legal: o novo sistema tridimensional de abas, graças à utilização dos sensores do aparelho.

Nova central de controle

A partir de agora, multitarefas e central de controle não estão no mesmo local. Enquanto o primeiro recurso continua com o método de acesso antigo, o segundo é acessado quanto o usuário arrasta um dedo da parte inferior da interface para o centro da tela. E lá estão todas as funções que você precisa para controlar músicas, volume, conectividade e também acesso rápido a alguns apps.

Se o mesmo processo for realizado na parte superior da interface, as funções abertas serão relacionadas ao calendário e às notificações. Fazendo isso a partir do centro da tela, é possível realizar buscas no aparelho. Toda essa mudança pode causar confusões no começo, mas acaba sendo bem interessante quando nos acostumamos. Podemos dizer que isso deixou mais simples o controle do iOS.

Multitarefas remodelado

Como já falamos, houve uma modificação no sistema de acesso a aplicativos em segundo plano. Com isso, também foi alterado o modo de fechamento dos softwares em multitarefas. Agora, em vez de segurar os ícones pressionados para que uma nova opção apareça, os usuários precisam arrastar os apps para cima. Ponto positivo, pois tudo ficou mais dinâmico.

Problemas de lentidão?

Tanto no iPhone 5 quanto no iPod Touch da quinta geração foi possível executar o iOS 7 com total fluidez. Todos os recursos rodaram com bastante qualidade, e isso vale também para os aplicativos presentes no sistema. Por outro lado, fizemos testes com a terceira geração dos iPads e o resultado foi um pouco abaixo do esperado.

Perfeito para os novos modelos (Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Não houve qualquer travamento que comprometesse a utilização, mas em vários momentos foi perceptível uma lentidão na execução das tarefas. Isso pode ser corrigido já em um primeiro pacote de atualizações do sistema operacional, mas é algo que certamente será sentido pelos consumidores.

Há também alguns pontos na versão em português que ainda não foram atendidos pela Apple. A Siri ainda não funciona no idioma e o iTunes Radio só pode ser utilizado por consumidores que estiverem logados com contas norte-americanas. Não há qualquer previsão de chegada desses recursos ao mercado brasileiro.

Bateria

Há alguns relatos de que o iOS 7 pode estar consumindo energia além do que se esperava, mas isso depende muito da utilização. Assim como aconteceu em versões anteriores do sistema operacional, é possível que alguns aplicativos estejam causando consumo de energia acima do normal. Felizmente, é bem provável que isso seja corrigido com algumas pequenas atualizações de apps em breve.

Vale a pena atualizar?

Quem é apaixonado pelos portáteis da Apple certamente vai querer experimentar as novidades do iOS 7. Sendo a primeira grande mudança visual desde o lançamento da primeira versão, o novo sistema operacional pode ser um pouco complicado no começo da utilização, mas em pouco tempo isso já é superado.

Logo, é bem provável que os consumidores se encantem com as novas possibilidades geradas pela atualização. Vale dizer que os desenvolvedores devem passar a criar e atualizar apps para que eles se encaixem melhor nesse sistema mais plano do iOS 7, o que vai resultar em mais uniformidade em um futuro não muito distante.

Cupons de desconto TecMundo: