Os testes foram feitos pelos sites Ars Technica e AnandTech. (Fonte da imagem: Reprodução/PowerUser)

A versão final do iOS 7 foi lançada ontem (18). Muitos usuários dos serviços da Maçã têm esboçado um largo sorriso no rosto, uma vez que melhorias notáveis foram aparentemente feitas na última versão do sistema operacional da Apple para mobiles (veja mais aqui).

No entanto, publicações feitas por sites estrangeiros especializados em tecnologia têm afirmado que a duração da bateria em aparelhos que migraram para o iOS 7 foi consideravelmente reduzida – o iPhone 5, frente aos outros modelos, foi o dispositivo que mais sofreu com a atualização.

Apesar de ter feito vários elogios ao iOS 7, parte da análise executada pelo portal Ars Technica deixa dados contundentes à mostra. Os aparelhos iPhone 4, iPhone 4S, iPod touch 5, iPad mini, iPad 4 e, principalmente, o iPhone 5 revelaram quedas de desempenho no quesito tempo de vida útil da bateria.

Como os testes foram feitos?

“Contatamos Andrew Cunnigham, autor da análise feita pelo Ars Technica, e ele confirmou que os testes foram feitos duas vezes com os aparelhos Verizion (empresa norte-americana prestadora de serviços de rede sem fio)”, escreveu Joel Hruska, redator do site ExtremeTech. Além disso, cada uma das avaliações levou em conta as configurações resetadas dos aparelhos. “Os números foram idênticos em ambos os casos”, declarou Cunnigham.

Abaixo, você confere os resultados obtidos pelo site Ars Technica. Durante as análises, o serviço de navegação (WiFi) foi usado plenamente nos sistemas iOS 6.1.X e iOS 7.0 GM. Conforme bem indicado pelo gráfico, ambas as linhas mostram a duração da bateria em minutos.

Tempo de vida da bateria foi afetado em todos os modelos testados. (Fonte da imagem: Reprodução/Ars Technica)

É curioso notar que o iPhone 5 foi, de acordo com os testes feitos por Cunnigham, o modelo mais afetado pela atualização de sistema. Ao rodar o iOS 6.1.X, o aparelho segurou carga durante 661 minutos (algo em torno de 11 horas). Com o iOS 7, o iPhone 5 durou 444 minutos (pouco mais de 7 horas e meia).

Resultados divergentes, mas ainda curiosos

A avaliação conduzida pelo site AnandTech revelou resultados ligeiramente diferentes – mas, em termos de desempenho de bateria, o resultado mostrou-se igualmente curioso. Veja só: das 11 horas suportadas pelo iPhone 5, quase 9 horas de energia abasteceram o aparelho atualizado (com o iOS 7 instalado).

Apesar de exibir resultados finais menos contundentes, fato é que o último sistema operacional da Apple realmente consome mais energia. E é claro que ao menos um ponto vem naturalmente à tona: “Por que essa divergência de aproximadamente 2 horas em ambos os testes feitos?”.

Você já fez a atualização? Como anda a sua bateria? (Fonte da imagem: Reprodução/CultofMac)

“A Apple lançou duas versões do iPhone 5 – a A1428 e a A1429. Enquanto o hardware [de ambos os aparelhos] é basicamente o mesmo, as operadoras precisam instalar softwares personalizados em cada dispositivo para que redes locais [de serviços WiFi] possam ser identificadas”, esclarece Hruska.

Isso significa dizer que alguma configuração de internet ou até mesmo códigos de páginas específicos podem ter influenciado nos resultados finais de performance de bateria – uma vez que versões diferentes do iPhone 5 foram testadas pelos tais sites.

Cupons de desconto TecMundo: