Na troca de farpas entre usuários das plataformas da Apple e da Google, não é raro que os defensores do Android acusem os dispositivos da Maçã de nunca terem espaço suficiente ou, para agravar, não oferecerem um mísero slot para a instalação de cartões microSD. Porém, a empresa chefiada por Tim Cook parece estar tentando contornar esse problema com algumas soluções pontuais. Em testes do segundo beta do iOS 9, alguns desenvolvedores descobriram que o sistema está dando uma mãozinha para liberar o disco.

Apesar de não ser um remédio definitivo, o recurso ajuda bastante na hora de fazer atualizações importantes do software, afetando principalmente os consumidores que escolheram as versões de 8 GB ou 16 GB de seu iPhone ou iPad e vivem lutando com o armazenamento insuficiente do dispositivo. O funcionamento é simples: se não houver espaço ao tentar instalar o iOS 9, por exemplo, uma janela do sistema se oferece para deletar temporariamente alguns aplicativos instalados para abrir caminho para o download.

Claro que, depois da instalação, os apps removidos voltam a ser baixados para o sistema e tudo volta a ficar como antes. Além dessa funcionalidade, a Apple também resolveu dar uma boa enxugada no tamanho do iOS, reduzindo consideravelmente seu tamanho. Enquanto o iOS 8 exige mais de 4 GB de espaço em disco – causando uma enxurrada de críticas na época que foi lançado –, a versão 9 demanda não mais que 1,3 GB para manter tudo funcionando.

Ainda que essa pequena mudança já dê um bom respiro aos clientes da companhia que possuem alguns de seus modelos de entrada, uma vez que tira um peso extra do armazenamento desses produtos, a Apple parece querer ir além no assunto. Para reduzir ainda mais o tamanho dos apps para sua plataforma, a empresa oferece aos desenvolvedores a opção de utilizar uma biblioteca central já instalada no sistema, fazendo com que o usuário precise baixar apenas os arquivos adicionais para funcionamento do programa.

Cupons de desconto TecMundo: