Se você já viu as imagens presentes na nossa galeria acima, provavelmente achou no mímino bizarro o visual do capacete “Touchy”, como foi batizada a invenção do artista Eric Siu, natural de Hong Kong. Ela supostamente serve para aproximar as pessoas, e funciona de um modo engenhoso.

As lentes que ficam em frente aos olhos de quem estiver usando o aparato ficam fechadas até que essa pessoa seja tocada por alguém. Assim, o usuário depende da bondade dos outros para poder enxergar. E ainda há um bônus, que só acontece caso a alma caridosa que resolveu tocar em quem estiver com o capacete mantenha o contato por dez segundos.

Depois desse tempo, a invenção tira uma foto do que estiver à sua frente, presumivelmente a pessoa que está “ajudando” o usuário a enxergar. A foto então é mostrada no pequeno visor que fica na parte de trás da engenhoca. Siu criou o Touchy em 2012, como uma forma de curar a ansiedade social, apesar de ainda estarmos curiosos para descobrir exatamente de que forma ele pretende fazer isso.

Para finalizar, vamos aproveitar que em alguns lugares os enfeites de natal já estão sendo colocados e deixar aqui embaixo esse vídeo, como quem não quer nada. Aprecie com moderação.

Você teria coragem de tocar em alguém na rua que não estivesse enxergando nada por causa de um capacete em formato de câmera fotográfica? Por quê? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: