Por mais que seja difícil pensar em uma utilidade realmente prática de um detector de redes WiFi em um mundo em que praticamente todo mundo tem um celular capaz de exibir quais estão disponíveis, algumas ideias criativas podem tornar esse tipo de ferramenta mais interessante. Se você for um fã das obras de J. R. R. Tolkien ou das suas adaptações cinematográficas, certamente vai gostar do que vamos mostrar a seguir.

A WarSting é a versão tecnológica da Ferroada (Sting, no original em inglês), a espada pertencente a Bilbo e Frodo Bolseiro que tem a capacidade de emitir luz azul quando Orcs estiverem por perto. A diferença é que a versão do mundo real não brilha na presença de seres malignos e ferozes, mas sim quando você estiver dentro do alcance de uma rede WiFi sem proteção.

Embora a WarSting não possa ser comprada, o pessoal do Spark criou um pequeno guia ensinando como montar sua própria espada detectora de redes a partir de uma réplica da Ferroada e de um Spark Core – um kit de desenvolvimento que possui um chip reprogramável contendo um módulo WiFi. O equipamento tecnológico pode ser configurado para interagir com os sensores e atuadores do brinquedo para efeitos ainda mais interessantes.

Após adquirir uma réplica compatível da Ferroada e gastar US$ 39 (cerca de R$ 105, sem taxas) no Spark Core, você pode seguir as instruções neste link (em inglês) para montar sua própria espada detectora de WiFi. Além de ficar azul quando encontrar uma rede aberta e fazer barulhos de combate quando agitada, a WarSting pode ser programada para mandar mensagens divertidas para os donos das redes invadidas.

Para completar ainda mais a brincadeira, só falta você criar a coragem de deixar sua própria rede sem senhas e mudar o nome em seu roteador para Azog, o Profano. E aí, acha que vale o investimento?

Cupons de desconto TecMundo: