Há itens domésticos que sempre temos a mão dentro de casa: caixa de fósforos, chave de fenda e até mesmo lanterna, um acessório que sempre vem a calhar quando a luz acaba ou você precisa encontrar algum objeto perdido atrás do sofá. Acontece que um item convencional como esse tem a luminosidade de 500 lúmens, algo bem distante do projeto de um americano que tem oito lâmpadas e 72 mil lumens.

Sim, é isso mesmo que você leu: uma quantidade muito, mas muito maior que a de dispositivos caseiros normais. Para acomodar tanta potência em um componente relativamente pequeno, o americano Samm Sheperd construiu um sistema de resfriamento líquido simples para diminuir a temperatura das oito luzes LED. Confira o funcionamento do farolete estupidamente forte abaixo:

No vídeo, o youtuber compara alguns aparatos para demonstrar a potência do seu projeto: uma lanterna caseira convencional, com 500 lúmens, uma outra mais parruda, com 1,5 mil lúmens (um número bem alto), e até mesmo faróis de um automóvel. Certamente, o resultado é impressionante.

A criação de Shepard funciona bem, ilumina muito e saiu relativamente barato, tudo feito com componentes comprados na internet

O resfriamento líquido foi inteiro construído com equipamentos eletrônicos encontrados no Ebay. Sheperd instalou pasta térmica atrás de cada lâmpada, que é resfriada com água que, eventualmente, sofre redução de temperatura com uma ventoinha. Em alguns momentos, a iluminação é tão forte que chega a ser próxima com a da luz do dia. O que você achou do projeto?

Cupons de desconto TecMundo: