O site Ashley Madison se envolveu em diversos escândalos neste ano, como é o caso do vazamento de informações dos clientes. Contudo, parece que ainda há mais polêmica para escavar. O usuário David Poyet se sentiu ofendido com as “mulheres” que foram sugeridas para ele, pois eram, na verdade, bots com mensagens automáticas. Para compensar a sacanagem – ou a falta de –, Poyet quer US$ 5 milhões de indenização.

Poyet alega que, apesar de o serviço divulgar que o site tem mais de 5 milhões de perfis femininos, grande parte deles são robôs que simulam uma mulher de verdade, ou seja, que apenas enviam mensagens pré-programadas.

Robôs femininos do filme "Austin Powers"

“O Ashley Madison utilizou medidas fraudulentas extremas para atrair e lucrar com clientes”, explica o usuário. Poyet diz também que há funcionários que trabalham exclusivamente com a criação de páginas falsas. O site já estava sendo investigado por essa conduta anteriormente e pode sofrer as consequências.

Você já se deparou com perfis controlados por bots em sites de relacionamento? Comente no Fórum do TecMundo

Contudo, o portal avisa nos termos de serviço que as pessoas podem se deparar com as “fembots”. De qualquer forma, dificilmente Poyet conseguirá uma quantia tão grande quanto a que ele solicita.

Cupons de desconto TecMundo: