Todos os dias, um canal do YouTube publica milhares de vídeos. Todos eles trazem algo em comum: não passam de 11 segundos, mostram dois retângulos (um vermelho e outro azul) que mudam de posição em slides. Desde sua criação, o canal já publicou mais de 70 mil vídeos e ninguém sabe exatamente qual é a finalidade deles.

O canal, chamado Webdriver Torso, se tornou um verdadeiro mistério da internet, já que os vídeos não fazem qualquer sentido. Inicialmente, acreditava-se que eles eram algum tipo de teste, mas a quantidade de envios parece algo sem lógica alguma.

O site The Daily Dot iniciou uma busca pela verdade, conseguindo informações de que, possivelmente, o canal fosse relacionado ao próprio Google ou de funcionários da empresa. A companhia não respondeu aos questionamentos até o momento. Porém, se você procura “webdriver torso” no YouTube, verá que o layout do site é alterado para se enquadrar aos vídeos, provando que a empresa pelo menos tem conhecimento do canal.

Tentando desvendar um mistério

Um blogueiro italiano publicou uma teoria de que o canal Webdriver Torso era de propriedade de alguém ligado ao escritório do Google em Zurique. Após a publicação do post com a teoria, diversos vídeos linkados foram alterados para visualização privada.

Utilizando a ferramenta Channel Graphs, foi possível descobrir que o Webdriver Torso faz parte de uma rede maior de uploaders chamado ytuploadtestpartner_torso. Existe um canal com esse nome, com vídeos protegidos, mas um deles está liberado ao público.

A conta do Google+ ligada a esse canal traz informações de um perfil no Twitter e outro no Facebook, em que apenas um contato é compartilhado: Johanens Leitner. Leitner, supostamente, é um funcionário do Google.

Leitner teria como contato em seu perfil do LinkedIn outro funcionário da empresa, Matei Gruber, que vive em Zurique. O único comentário feito pela conta Webdriver Torso foi “Matei is highly intelligent (Matei é muito inteligente)”.

Este comentário foi feito em um dos dois únicos vídeos do canal em que outros elementos são mostrados, no caso, em um que mostra a Torre Eiffel. O outro vídeo que não contém retângulos azuis e vermelhos é um trecho da animação americana “Aqua Teen Hunger Force”.

O mistério continua, assim como o total silêncio por parte da Google. Será que o canal Webdriver Torso tem um motivo para existir ou é apenas o serviço de algum desocupado buscando (e conseguindo) fama na internet?

Cupons de desconto TecMundo: