(Fonte da imagem: Reprodução/Blog do Maragão)

O brasileiro é um dos que mais passa tempo na internet no mundo. Isso, obviamente, não se traduz em boa qualidade de conexão, já que por aqui a velocidade do acesso não é das melhores.

A Índia, um dos países que formam o grupo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), também não tem conexões tão rápidas, como aponta um estudo. Mas pelo menos eles largaram na frente em busca de uma internet superveloz: o país já conta com uma rede de 1 Gbps, que permite baixar filmes HD em apenas 30 segundos.

Sim, é a mesma velocidade que a Google implantou em Kansas City, nos Estados Unidos, com o lançamento da Google Fiber. Por isso, a Índia passa a ser o segundo país do mundo a alcançar tal velocidade de conexão.

Costa do Silício

A Startup Village, da cidade de Cochim, é a responsável pela proeza. Ela usa fibras que contém pequenas fibras de vidro para oferecer velocidades mais rápidas. A conexão chega ser 100 vezes mais rápida do que a internet banda larga, e a velocidade de upload pode ser mil vezes superior à da banda larga.

De acordo com o presidente da Startup Village, Sanjay Vijayakumar, o objetivo é construir os elementos de um “ecossistema de tecnologia de classe mundial” para realizar o sonho de uma “Costa do Silício” na Índia (em uma clara referência ao Vale do Silício, nos EUA, onde está concentrado um conjunto de empresas de alta tecnologia).

Cupons de desconto TecMundo: