YouTube explica por que limita visualizações em vídeos populares

1 min de leitura
Imagem de: YouTube explica por que limita visualizações em vídeos populares
Imagem: Pixabay

Nas últimas semanas, o YouTube tem limitado a visualização de alguns vídeos sinalizados como “populares demais”, deixando os conteúdos indisponíveis para os usuários. A medida, que está gerando críticas e reclamações nas redes sociais, foi explicada pela empresa ao Mashable nessa terça-feira (8).

A princípio, muitos acreditaram se tratar de uma solução para evitar a disseminação de fake news sobre a covid-19 por meio do serviço de compartilhamento de vídeos. A teoria surgiu após um dos conteúdos bloqueados ser a transmissão das manifestações de caminhoneiros antivacina no Canadá.

Mas, de acordo com a plataforma de vídeos pertencente à Alphabet, o bloqueio de vídeos se deve a uma nova política relacionada às transmissões ao vivo pelo celular no YouTube. Adicionada em setembro do ano passado, a regra passou a permitir que qualquer canal com menos de 1 mil inscritos exiba vídeos ao vivo, algo proibido anteriormente.

A mensagem de vídeo indisponível pode aparecer nos canais com menos de 1 mil inscritos.A mensagem de vídeo indisponível pode aparecer nos canais com menos de 1 mil inscritos.Fonte:  Mashable/Reprodução 

No entanto, a política de moderação inclui algumas “barreiras de proteção” para evitar abusos e limitar a atuação de canais interessados em espalhar conteúdos nocivos de maneira rápida. Uma delas é restringir a quantidade de espectadores em transmissões ao vivo a partir de dispositivos móveis nos canais com menos de 1 mil inscritos.

Qualquer tipo de transmissão pode ser limitada

Ainda conforme o YouTube, a limitação de views pode acontecer com qualquer tipo de transmissão ao vivo gerada a partir de celulares e tablets, mesmo que o conteúdo não seja abusivo ou nocivo. Um exemplo disso foi o bloqueio dos vídeos de um canal que exibe cães puxando trenó (mushing), sinalizado com a mesma mensagem dos protestos no Canadá.

Os vídeos bloqueados trazem a seguinte mensagem: “Este vídeo é popular! Devido ao histórico limitado do criador, estamos limitando o número de espectadores. Inscreva-se neste canal para ajudar este criador a alcançar um público mais amplo”.

A companhia de Mountain View também disse que a limitação de visualizações em lives serve para outras finalidades, como evitar que usuários suspensos criem uma nova conta para continuar suas transmissões e alcançar o antigo público. Ela impede ainda a exibição ao vivo de eventos esportivos, shows e filmes protegidos por direitos autorais.