Será que os brasileiros também estão trocando a vida real pela internet? (Fonte da imagem: iStock)

Uma pesquisa realizada entre 2 mil usuários de redes sociais na Inglaterra trouxe luz sobre uma questão um tanto quanto polêmica: até que ponto quem usa a internet está trocando a vida real por uma outra vida virtual?  

A pesquisa, realizada pela rede social Badoo, tentou identificar o comportamento de quem usa serviços como o próprio Badoo e também o Facebook. A psicóloga Emma Kenny foi a responsável por elaborar as perguntas a todos os entrevistados, buscando definir como as redes sociais afetam a vida real.

Mais na internet do que fora dela

Os dados, publicados no jornal Daily Mail, indicam ainda que muita gente também está disposta a trocar algumas relações “reais” por contatos virtuais. Um terço dos pesquisados admitem que gosta mais de conversar com estranhos na internet do que de falar com amigos “offline”. É a mesma quantidade de pessoas não vê problema em mentir na web para parecer mais descolado e interessante.

Uma em cada três pessoas pesquisadas garante ter mais amigos virtuais do que reais, o mesmo número de gente que prefere conversar com alguém pela internet do que um papo cara a cara. Para a psicóloga, os amigos da internet parecem transmitir mais segurança, pois 26% dos entrevistados preferem confidenciar segredos online e 33% acreditam ser mais fácil fazer novas amizades pela web.

Popularidade online, solidão offline

Contudo, apesar do aparente sucesso das relações online, a pesquisa revelou que mais de um quarto dos entrevistados também se sentem solitários. Ao todo, 27% dos entrevistados admitem a solidão, mesmo com toda a suposta facilidade de aproximação que a internet pode trazer entre as pessoas.

Sobre a substituição da vida real pela vida virtual, a doutora Kenny pondera: “É importante que as pessoas não se tornem tão obcecadas com sua persona online a ponto de perder contato com a realidade ou com eventos da vida real”. Any Mills, porta-voz do Badoo, aponta a importância do equilíbrio nessa questão. “A pesquisa destaca a importância de se ter um equilíbrio saudável entre as interações sociais online e offline”.

E no Brasil, será que o panorama é muito diferente?

Fonte: Daily Mail

Cupons de desconto TecMundo: