Microsoft defende Edge dizendo que Google Chrome é 'tão 2008'

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft defende Edge dizendo que Google Chrome é 'tão 2008'
Imagem: Microsoft
Avatar do autor

Não é novidade para ninguém que, principalmente após o lançamento do Windows 11, a Microsoft anda empenhadíssima em que os usuários do novo sistema operacional utilizem apenas o navegador Edge da empresa. A coisa tem sido tão ostensiva que a companhia de Redmond chegou a admitir ao The Verge que fez uma correção no acesso a navegadores de terceiros devido a “redirecionamento impróprio”.

Para comprovar, tentamos baixar o Google Chrome a partir do navegador Edge, no buscador Bing, e a empresa deixa implícito que não há necessidade de baixar um novo browser. Imediatamente, a Microsoft não apenas ofereceu o seu programa “na frente”, como fez questão de lembrar que o Edge é construído usando a tecnologia Chromium, presente no navegador do Google.

Fonte: Bing/captura de telaFonte: Bing/captura de telaFonte:  Bing 

Esse Chrome é tão 2008!

Até aí, tudo bem, pois a Microsoft não está mentindo. No entanto, em algumas dessas mensagens, a empresa acrescenta “com a confiança adicional da Microsoft”, como se o Edge fosse mais seguro do que o Chrome. Lógico que o navegador do Google também tem os seus truques, enviando de vez em quando um pop-up convidando para um teste. Porém, a experiência mostra que o Edge é mais “insistente”.

Mas a insistência às vezes se torna até risível. É o caso de uma mensagem vista pelo site Neowin. Ao tentar baixar o Google Chrome, o usuário recebeu uma pequena mensagem da Microsoft na parte superior da tela, informando: “Aquele navegador [o Google Chrome] é tão 2008. Sabe o que tem de novo? O Microsoft Edge”. A data é uma referência ao ano do lançamento (considerado revolucionário) do navegador do Google. Confiram abaixo:

Fonte: Bing/captura de telaFonte: Bing/captura de telaFonte:  Bing 

Fontes