Microsoft sugere que usuários de Outlook e Hotmail paguem por espaço

2 min de leitura
Imagem de: Microsoft sugere que usuários de Outlook e Hotmail paguem por espaço
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Um alerta enviado pela Microsoft a usuários de seu serviço de e-mail causou certa revolta nas redes sociais. Tanto os que mantêm endereços Hotmail quanto aqueles que migraram para o Outlook (ou já tinham uma conta relacionada a ele) receberam um aviso de que deveriam excluir conteúdo ou pagar por espaço extra, no caso de terem ultrapassado o limite de 15 GB gratuitos, para continuarem aproveitando os recursos da plataforma.

A política está de acordo com o que outras empresas praticam atualmente, a exemplo da Google. Entretanto, o fato de que muitas dessas pessoas possuem uma longa relação com a Microsoft e, portanto, guardam coisas há muito tempo, impossibilita a utilização das ferramentas da mesma maneira com a qual estavam acostumadas.

A princípio, não existem indícios de que a exclusão automática de arquivos ou mensagens ocorrerá. Ainda assim, como aponta o Pplware, tal descontentamento é resultado natural pelo fato de que as companhias primeiramente acostumam o público com vantagens e depois as retiram, obrigando-os a se adequarem a restrições ou a investirem dinheiro, se desejarem.

Procedimento padrão

No Brasil, novas contas de uso doméstico recebem o OneDrive Basic, com 5 GB de armazenamento, mas é possível expandi-lo para o OneDrive Standalone, de 100 GB, por R$ 9 mensais (R$ 108 ao ano) e até o Microsoft 365 Personal, de 1 TB, mais caro, que inclui o Skype e alguns aplicativos do Office (R$ 239 anuais). Há, também, a opção Microsoft 365 Family, de 6 TB e que comporta até 6 usuários (R$ 299 anuais).

O Pplware entrou em contato com a Microsoft para entender o que ocorreu, e a empresa afirmou que não houve alterações nos procedimentos. "Sempre enviamos notificações – tanto para os clientes que pagam como para clientes que não pagam – a alertar que estão a chegar, ou a aproximar-se, do seu limite de utilização de dados. O design do aviso mudou recentemente, mas não houve mudanças nos nossos limites de dados ou políticas", indicou.

Preço dos planos de uso doméstico oferecidos pela Microsoft varia de acordo com os benefícios.Preço dos planos de uso doméstico oferecidos pela Microsoft varia de acordo com os benefícios.Fonte:  Reprodução 

Para auxiliar no gerenciamento da conta, a companhia disponibiliza uma página com informações sobre os limites de armazenamento e dá dicas de como liberar espaço. Se não for do interesse do usuário, é melhor que ele coloque a mão no bolso ou opte por outros serviços.

Fontes

Microsoft sugere que usuários de Outlook e Hotmail paguem por espaço